Paulo Autuori - AthleticoPaulo Autuori mantém os pés no chão apesar do bom momento do Athletico. (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Paulo Autuori ressaltou o bom ambiente para o crescimento do Athletico no Campeonato Brasileiro. Com três vitórias consecutivas, o Rubro-Negro subiu para 37 pontos e segue com esperança de se classificar para a Libertadores.

“A mudança de nível tem a ver com a mudança de nível competitivo. Alguns fatores foram importantes para isso. Primeiro, foi o ambiente. Sou incisivo nisso de trazer um ambiente com harmonia e que todos tenham capacidade de sofrimento e espírito de sacrifício pelo bem do coletivo. A partir daí, com o tempo que tive para desenvolver algumas sessões, melhoramos a nossa qualidade de jogo. É um grupo que ganhou situações importantes e conquistas fundamentais para o clube. Questão de autoestima e isso só volta com vitórias. As vitórias são vêm quando tem ambiente saudável, pode treinar e cria um clima competitiva interno que ajuda a equipe”, analisou.

Apesar do bom momento, o comandante mantém os pés no chão e afirmou que as vitórias nas próximas rodadas dependem da produção da equipe. “Depois das três vitórias, é pensar no jogo seguinte e ganhar. O que vai acontecer daí para frente depende do que produzimos. Não estava preocupado quando cheguei pelo potencial do clube e sei do grupo que tenho. Quando tem tempo para trabalhar e está envolvido em um ambiente propício para criar um nível competitivo alto, certamente iria se dar uma resposta. Ganhamos apenas três jogos e nada mais do que isso”, falou.

Mesma escalação

Autuori repetiu a escalação que venceu o Vasco por 3 a 0 na última partida de 2020. Sem nenhuma mudança, o treinador destacou a importância de manter a formação, mas não quer acomodação no elenco. “A continuidade é importante para ganhar automatismo. Tivemos semanas para trabalhar e trabalhamos bem posicionamento, movimentos ofensivos, já que defensivamente temos uma solidez razoável. Não quero é jogadores pensando que vão sentar nisso. A competição interna é fundamental para se criar um ambiente competitivo”, disse.