Paulo Autuori fala sobre a eliminação na Copa do Brasil. (Divulgação/Athletico)

Athletico perdeu por 3 a 2 para o Flamengo, no Maracanã, nesta quarta-feira (4), e foi eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil. Com o placar agregado de 4 a 2, o Furacão já havia chegado em desvantagem no Rio de Janeiro. Sobre o resultado, que levou a desclassificação, o técnico Paulo Autuori destacou que o gol sofrido na Arena fez a diferença.

“Em casa fizemos um jogo, especialmente no segundo tempo, com chances de fazer gol. Todo mundo se lembra que o Hugo esteve muito bem e que tivemos um pênalti perdido. Mas mesmo assim a gente sente a necessidade de algum momento poder desenvolver em termos conceituais até e especialmente em fase defensiva. Precisamos melhorar um bocado nisso e isso só praticando. O jogo com o Flamengo [em Curitiba] e hoje, fizemos dois gols, o jogo lá criamos bastante situações e não podemos sofrer gol da maneira como estamos sofrendo”, analisou o treinador.

O resultado negativo do Furacão emendou uma sequência de cinco derrotas seguidas, somando Campeonato Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil. Um dos fatores que pode estar atrapalhando a equipe, segundo Paulo Autuori é a questão psicológica. “É obvio que sim, o fator emocional [interfere] em função de tudo o que tem acontecido. Isso só se consegue reverter com vitórias, não tem mais e é obvio que da mesma maneira que você tem vitórias, vitórias, vitórias você moraliza e faz coisas que poderia até normalmente não fazer, no sentido inverso é o mesmo”, concluiu.

O próximo compromisso do Athletico será contra o Fortaleza, na Arena da Baixada no próximo sábado (7), às 18h, pelo Campeonato Brasileiro. Paulo Autuori vai comandar os treinos durante o restante da semana, mas cumpre o seu último jogo de suspensão em razão da punição imposta pela CBF.