Eduardo Barros está prestes a deixar o cargo de treinador interino do Furacão. (Divulgação/Athletico)

Sem vencer a seis jogos, técnico Eduardo Barros, analisou o empate com o Atlético Goianiense neste sábado (17), e afirmou que o placar de 1 a 1 trouxe um ponto importante para a equipe. Com este resultado, o Athletico figura na 17ª posição da tabela, com 16 pontos e abre a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Por uma combinação de resultados, o Furacão pode sair da ZR ao fim desta 16ª rodada.

“O que fica daqui é um ponto importante para a nossa sequência, em um ambiente de que nós temos poder, temos força e conjunto para sairmos desta situação. Então eu prefiro valorizar o ponto conquistado, do que a vitória que infelizmente não veio”, afirmou o treinador.

O técnico, que agora deverá voltar a comandar as categorias de base, falou sobre a sua atuação a frente do Furacão. Eduardo Barros poderá deixar o comando da equipe já na próxima rodada do Campeonato Brasileiro. “Uma avaliação em resultados regular, mas em desempenho positiva. Nós conseguimos a classificação para as oitavas de final da Libertadores, um resultado histórico, inclusive. E tivemos uma boa arrancada no Brasileiro, que nos tirou da zona incômoda que nós havíamos entrado e agora a gente tem oscilado em resultado, no próprio campeonato”, avaliou o comandante rubro negro.

Furacão tem ainda um compromisso pela Libertadores, na terça-feira (20), antes de enfrentar o Grêmio pelo Campeonato Brasileiro, no domingo (25). A tendência é de que Eduardo Barros deixe o comando para que Paulo Autuori, recém recontratado pelo Athletico, assuma.