Marcelo Lomba comentou sobre o poder ofensivo do Athletico (Guilherme Coimbra/Banda B)

A noite de quarta-feira (11) terá um sabor especial para o goleiro Marcelo Lomba. O jogador completará 100 jogos com a camisa do Internacional, na partida contra o Athletico, na Arena da Baixada, pelo primeiro jogo da final da Copa do Brasil. E para contemplar a marca com um bom resultado para o jogo da volta, o arqueiro cobrou atenção total com o jogo ofensivo do adversário.

“A equipe do Athletico joga na mesma característica desde o ano passado, um time de velocidade e com um poder ofensivo muito forte. Tem a mão do treinador, que é bastante capacitado. O Odair [Hellmann] conversou muito com a gente, cobrou para manter a nossa característica. Vamos tentar reduzir esse ímpeto do Athletico, mas jamais abrir mão do nosso jogo”, comentou o goleiro em entrevista coletiva.

Lomba ainda negou qualquer preocupação com a grama sintética da Arena da Baixada e minimizou que o fator seja impactante para favorecer o Furacão. “É diferente, só que estamos tão focados e preparados. Sabemos que o grande diferencial é neutralizar a equipe do Athletico. O nosso duelo é com eles. Vamos deixar um pouco de lado essa diferença do campo para estarmos concentrados no que fazer e poder levar um bom resultado para o Beira-Rio”, disse.

Tendo na conquista da Copa do Brasil a consagração da ascensão do Internacional após se recuperar de uma queda recente para a segunda divisão, Marcelo Lomba celebrou a oportunidade de disputar a final e projeta os dois jogos. “É um momento muito importante. Ao mesmo tempo que estamos felizes, sabemos da responsabilidade. Sabemos que são duas equipes fortes e que mereceram estar nesta final. Creio que será um grande jogo e estamos prontos para fazer um grande noventa minutos”, finalizou.

O time

O Internacional finalizou a preparação para o primeiro jogo da final na noite desta terça-feira (10), na Arena da Baixada, palco da decisão. O técnico Odair Hellmann comandou a atividade, que contou com um trabalho recreativo e treino de finalização. A tendência é que a equipe mantenha a mesma escalação que derrotou o Cruzeiro, na semifinal, em Porto Alegre.

O provável Colorado tem Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Victor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson e Patrick; D’Alessandro, Nico López e Paolo Guerrero.