Após longo período de recuperação, Nikão volta aos gramados contra o Atlético Goianiense. (Divulgação/Athletico)

Depois de mais de um mês, o atacante Nikão pôde voltar a vestir a camisa do Athletico. Recuperado de uma lesão no tornozelo, o jogador entrou no segundo tempo da partida diante do Atlético Goianiense e ajudou o Furacão com a assistência do gol no empate em 1 a 1, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia. Feliz com seu retorno, o camisa 11 vibrou com a volta aos gramados depois de um período sem poder atuar.

“ [Foi] um mês sem poder jogar, muito difícil pro atleta. Graças a Deus estou recuperado. Agradeço a todos que me ajudaram nesse processo. Agora é dar continuidade”, disse o jogador, ao final da partida.

O sentimento de felicidade de Nikão pela volta aos gramados é dividido com a preocupação com o momento athleticano. Décimo sétimo colocado, com apenas 16 pontos, o Athletico amarga a zona de rebaixamento. Situação preocupante, porém Nikão também se mostra confiante pelo resgate do bom futebol da equipe rubro-negra.

“São seis anos de clube, tenho o sentimento de atleta e profissionalismo, mas tenho o sentimento de torcedor dentro de mim, e acaba doendo um pouco mais. O grupo é bom, o grupo é jovem. O clube está em uma construção. Tenho certeza que as coisas vão voltar aos trilhos” analisa.

O Athletico volta a campo já nesta terça-feira (20), pela Libertadores. O Furacão encara o Peñarol, às 21h30min, em Montevidéu.