Nikão chegou a marca de 250 jogos pelo Athletico. (Geraldo Bubniak/AGB)

Ao entrar em campo e ajudar o Athletico a vencer o Santos por 1 a 0 neste sábado (21), na Arena, o atacante Nikão alcançou a marca expressiva de 250 jogos pelo Furacão. Em meio a uma temporada em que os clubes tem um calendário diferente e cheio nos últimos meses de 2020, o camisa 11 vibrou com o feito e a chance de jogar no time rubro-negro por muito tempo.

“Eu sempre deixei claro minha gratidão ao Athletico, por tudo que fizeram por mim, pela minha família. Ao presidente Petraglia, por tudo que ele fez por mim, por acreditar no meu potencial. Pude nesse seis anos estar disputando oito títulos, ganhando seis. É um momento de muita alegria de alcançar essa marca. E que venham mais 250”, disse o jogador, em entrevista coletiva logo após a vitória em casa.

Em meio a estes 250 jogos, Nikão conheceu Paulo Autuori. Comandando pelo técnico entre 2016 e 2017 no Athletico, e agora novamente, o atacante ressaltou a importância do trabalho do treinador para a recuperação athleticana dentro do Campeonato Brasileiro – são quatro vitórias nas últimas quatro partidas.

“Eu sou suspeito para falar do Paulo. É um cara excepcional, fora de série. Se tinha um cara que tinha que vir, esse cara era o Paulo Autuori. Um cara de grupo, que não trabalha só os 11. A gente tem colhido nesse curto tempo os frutos que ele tem passado pra nós, tático, técnico, e as coisas têm acontecido”, relata.

Com o foco também na Libertadores, já que na próxima terça-feira (24) o Athletico encara o River Plate no jogo de ida das oitavas de final, na Arena, Nikão quer o mesmo empenho e dedicação que o Furacão vem tendo no Brasileiro, agora na competição internacional. “Quando você vence, a moral aumenta, a confiança aumenta. É um momento de alegria. Agora temos que acalmar a euforia, descansar bem, porque terça-feira tem uma outra guerra contra o River Plate”, afirmou.

Desde 2015 vestindo a camisa do Athletico, Nikão já soma 36 gols, e cinco títulos conquistados. O atacante de 28 anos tem contrato com o Furacão até o final de 2021.