PetragliaMário Celso Petraglia agradeceu o apoio nesse momento difícil e garantiu que está vendo a vida de outra forma (Foto: Monique Vilela)

Aclamado nesta semana como presidente do Conselho Administrativo do Athletico, Mário Celso Petraglia, pelas redes sociais, se pronunciou pela primeira vez sobre as cirurgias que passou no intestino e no tempo que ficou internado nos meses de setembro e outubro deste ano. O mandatário rubro-negro agradeceu as orações para que pudesse se recuperar bem e voltar ao dia a dia do clube.

“Primeiramente quero agradecer de coração a todos que oraram por mim, com certeza a fé e a energia criada me ajudaram a sair com vida das 3 cirurgias do intestino delgado que fui submetido! Felizmente Deus estava no meu lado e estendeu minha missão na terra”, escreveu Petraglia.

O presidente atleticano não escondeu o trauma que essa doença e essas cirurgias causaram. No entanto, Mário Celso Petraglia garantiu que passou a ver as coisas, a partir desses acontecimentos, de outra maneira.

“Estou em recuperação do trauma que foi grande, logo estarei de volta 100%, com energia e disposição, porém com outra visão e sentimento sobre a vida e suas vivências! Nada tem valor quando se perde o bem maior e mais valioso que é a saúde!”, prosseguiu.

Mário Celso Petraglia foi internado às vésperas da grande final da Copa do Brasil entre Athletico e Internacional, no dia 17 de setembro. Precisou passar por uma cirurgia em Curitiba, mas acabou sendo transferido para um hospital em São Paulo depois de ter complicações.

Ficou um longo período internado e deixou o hospital no dia 3 de novembro. Tão logo saiu, Petraglia, mesmo em recuperação, precisou tomar algumas decisões importantes. Tomou a frente da negociação com o técnico Tiago Nunes, mas não houve um acordo e o treinador se despediu do clube dias depois.

O presidente atleticano ainda não está vivendo o dia a dia do clube, mas tem tomado as decisões da sua residência. Foi, então, candidato à presidência do Conselho Administrativo do Athletico e, como não houve chapa de oposição, o atual grupo que está no comando do Furacão foi aclamado para seguir a frente do clube para o próximo quadriênio 2020-2023.