Sicupira foi homenageado pelos seus 75 anos (Geraldo Bubniak/AGB)

Nesta domingo, dia 10 de maio de 2020, uma das maiores lendas do futebol paranaense e o maior artilheiro da história do Athletico, Barcímio Sicupira completa 76 anos de vida. O comentarista da Banda B teve uma grande trajetória dentro do futebol brasileiro, passando por clubes como o Botafogo de Garrincha, além do Corinthians de Rivelino.

Sicupira iniciou a sua carreira jogando no Ferroviário, em 1962, e foi para o Botafogo dois anos mais tarde, atuando ao lado de craques da época como Garrincha, Zagallo, Nilton Santos, Jairzinho e outros renomados. O meia-atacante ficou por três anos no time da Estrela Solitária e depois foi para outro Botafogo, o de Ribeirão Preto, ficando por apenas um ano.

Em 1968, então, chegou ao Athletico e logo em sua estreia, em uma partida contra o São Paulo, fez um gol de rara beleza, acertando uma bicicleta da entrada da área, jogada que acabou virando uma de suas principais características.

Artilheiro nos Campeonatos Paranaenses de 1970 e de 1972, o ‘Craque da 8’ recebeu uma proposta e foi atuar durante o restante da temporada de 72 no Corinthians, ao lado de Rivelino e marcou um dos gols mais importantes da história do clube, numa semi-final de Campeonato Brasileiro, de acordo com o livro “Corinthians – 100 anos de paixão”.

No final da disputa do Brasileirão pelo Corinthians, Sicupira voltou ao Furacão para encerrar a sua carreira em 1975, com apenas 31 anos mas atingindo a importante marca de 158 gols pelo Athletico, que deu a ele a marca de maior artilheiro da história do clube e que ostenta a mesma até hoje.