Depois do empate em 0 x 0 contra o Iraty, pela última rodada do estadual, o técnico Leandro Niehues preferiu falar menos sobre o Paranaense e mais sobre o Campeonato Brasileiro. O Furacão terá duas semanas de preparação antes da estreia na Série A, contra o Corinthians. Até lá, muitas mudanças devem acontecer no CT do Caju. Jogadores chegam, enquanto outros deixam o clube. Confira abaixo os principais trechos da entrevista coletiva do treinador.

Partida de hoje
“A gente optou por correr alguns riscos, mas pra poder variar um pouco mais a equipe. Eu não posso nominar quem eu gostei ou não, vou deixar isso para conversar internamente. Mas os atletas se empenharam, mas óbvio que faltou algo. Mas a gente sabe pra onde estamos indo, estamos trabalhando muito para fortalecer esse grupo.”

“Hoje jogamos contra uma equipe que veio para se defender, mesmo com uma equipe mista tivemos oportunidades de marcar. Mas futebol se resume a gol.”

Reforços de peso e largada no Brasileiro
“O Ocimar não está aqui, ele viajou para observar um jogador (Keninha, do Santa Helena-GO). Semana passada se falava em Marcelinho Paraíba, houve sim um início de conversa com ele, mas não deu certo. Estamos falando agora em 3, 4 nomes de nível do Marcelinho. Estamos buscando nomes para mais do que somar, atletas que venham a curto prazo para resolver nossos problemas, porque esse Brasileiro se inicia e tem um mês de pausa por causa da Copa do Mundo. Estamos projetando um grupo forte para largar bem na competição. O que vamos ter agora que não tivemos antes é bastante tempo para treinar e preparar o grupo.”

“O que tem sido conversado são as opções que tem no mercado. Precisamos de jogadores que venham para resolver, mas isso não está sobrando no mercado, e não é nem questão de gastar mais ou não. Os jogadores bons não estão disponíveis, e os jogadores que não atuam com frequência não são muitos que podem vir para resolver. O mercado está escasso, mas a diretoria está trabalhando, sabemos das nossas necessidades.”

“Evidente que nosso problema é do meio pra frente, quem sabe contratar um atacante mais agressivo, que jogue pelos dois lados do campo. Temos bons zagueiros e ótimos volantes de marcação. Temos o Toledo, em período de adaptação, o Alex voltando ainda a condição de matador, e perdemos o Bruno que vinha bem.”

Keninha
“Eu vi o Keninha atuando pela TV, mas quero deixar bem claro que esta situação com o Keninha seria para compor o elenco. Estamos procurando nomes mais consagrados no mercado.”

Serna e outras dispensas
“Independente do nome, a situação de quem vai ficar ou não, não sou eu como treinador que tenho que divulgar. Vão existir situações de dispensa, mas não vou citar nomes. Eu entendo que a torcida está no papel de cobrar e exigir, mas eu sinto que o Serna ficou sem ambiente para trazer ele para a Arena. Não estou aqui para defender jogador, mas para explicitar o pensamento. Acontece de jogadores que vem e não se adaptam a um determinado clube. Às vezes o atletia precisa de novos ares para dar uma guinada na carreira.”

Escalação de Manoel e Chico para serem observados por outros clubes
“Eu jamais escalaria um jogador com a intenção dele ser observado. O Manoel entrou porque precisávamos de mais um zagueiro e eu não queria improvisar o Renan para não prejudicálo, e o Vanegas sentiu dores nas costas. O Chico foi pra ter uma espinha dorsal no time. Quanto a perder jogadores, a gente sabe que toda janela é um tormento. Se acontecer desses atletas saírem, e for bom para o clube, não podemos fazer nada. O Manoel está se tornando um grande jogador, tem um potencial enorme. E fico feliz de saber que o Chico tem sondangens, porque ele sempre foi muito questionado e agora tem feito grandes partidas.”

Futuro
“Estamos tomando medidas, terça-feira de manhã vamos começar um nova caminhada. Podemos pecar pelo excesso, mas não vamos percar por omissão. Vamos dar a cara a bater e não vamos fugir da nossa responsabilidade.”

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Leandro Niehues: "Podemos pecar pelo excesso, mas não por omissão"

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.