Por Rodrigo Dornelles com informações de Felipe Dutra

Milton Mendes utilizou analogia para comentar vitória. (Divulgação/Atlético)Milton Mendes utilizou analogia para comentar vitória. (Divulgação/Atlético)

O Atlético bateu o embalado Palmeiras em uma Arena Palestra lotada e colou no G4 do Campeonato Brasileiro. Na saída de campo, os jogadores do Furacão valorizaram o resultado e “rebateram” uma suposta “vitória de véspera” do time paulista. O técnico Milton Mendes utilizou uma analogia para analisar a vitória do “anão” sobre o “gigante”.

Na bronca, o goleiro Weverton deixou o gramado respondendo a quem teria dado como certa a vitória palmeirense no confronto. “As pessoas falam muito, tem que entender que futebol se resolve nas quatro linhas. Se fosse futebol falado, ao invés de jogador ia ser todo mundo locutor. A gente veio aqui, calado, quietos, fizemos nosso trabalho bem e vencemos”, afirmou o jogador.

Leia também:
Walter entra para decidir, Atlético cala Arena Palestra e volta ao G4 do Brasileirão
“Nosso objetivo é ser campeão”, afirma Marcos Guilherme

Destaque da partida, o meia Nikão “engrossou” o coro do companheiro e destacou a qualidade do time atleticano. “Os jornais da semana davam que o Palmeiras ia golear a gente e mostramos mais uma vez nosso valor, nossa qualidade”, declarou o meia, eleito Craque Banda B da partida.

Já o técnico Milton Mendes preferiu utilizar uma analogia para comentar o assunto. “A nossa motivação é em cima do nosso trabalho, nós trabalhamos diariamente, arduamente, intensamente, fazendo com que nossos jogadores entendam os momentos do jogo. Sabíamos do poderio do Palmeiras, mas existe uma analogia, quando um anão vai brigar com um gigante, quando ele é covarde diz ‘nossa ele é tão grande, ele vai me matar’, o anão corajoso diz ‘nossa, ele é tão grande, não tem como errar'”, declarou o treinador atleticano.

A próxima partida do Atlético no Brasileirão é contra o Sport, em mais um confronto direto pelas primeiras posições. O jogo está marcado para o próximo domingo (9), às 11h, na Arena da Baixada, em Curitiba.