Jandrei. (Monique Vilela/Banda B)

O goleiro Jandrei foi expulso pela primeira vez na carreira na derrota do Athletico por 1 a 0 para o Colo-Colo, em Santiago, no Chile. Assim que o árbitro Nicolas Gallo encerrou a partida, o camisa 12 chutou a bola e quase acertou o juiz, que mostrou o cartão vermelho.

Em entrevista na zona mista, o goleiro explicou o ocorrido. “Eu estava correndo para bater, ele me viu correndo e apitou o fim do jogo. O jogador do Colo-Colo deu toque na bola, a bola foi um para o lado e foi em direção dele. Não sei se pegou, ele diz que pegou. Ruim ser expulso e é uma situação ruim que ninguém gosta de passar”, lamentou.

Jandrei ainda criticou a atuação do árbitro colombiano e afirmou que ele estava ajudando o Colo-Colo na partida. “Fizeram cera e ele não falou nada. É complicado agora e não tem o que falar. Ele não deixou falar durante o jogo e agora não tem o que falar para ele”, disse.

“Foi a minha primeira expulsão na carreira. É pior ainda ser assim e com o árbitro fazendo tudo que ele fez, ajudando o Colo-Colo o tempo todo. Não tem o que fazer mais e o que eles falam ali é a lei dentro do jogo. A gente falava e ele não escutava”, acrescentou o goleiro.

Sem Jandrei, que vai cumprir suspensão, e Santos, em recuperação de cirurgia no joelho, o Athletico tem apenas Léo e Bento à disposição para a próxima rodada contra o Jorge Wilstermann, na próxima terça-feira (17), às 19h15, em Cochabamba. A tendência é que Léo seja titular.

Assista trecho da entrevista do goleiro Jandrei