Foto: Monique Vilela\Banda B

Eleito craque da partida e autor do gol que deu a vitória ao Athletico na primeira partida da final da Copa do Brasil, o volante Bruno Guimarães mostrou mais uma vez que é uma das peças-chave da revolução atleticana liderada por Tiago Nunes.

Sondado pelo Chelsea, o atleta se mostrou feliz pelo reconhecimento, mas afirmou que o foco segue no Furacão. “Fico feliz, mas deixo na mão dos meus agentes. Estou totalmente focado na final e no Athletico”, afirmou em entrevista coletiva após a partida contra o Internacional.

O comandante rubro-negro também elogiou Bruno Guimarães. Tiago Nunes relembrou o fator decisivo do meia em jogos decisivos. “O Bruno é um grande jogador, um menino muito esforçado. Ele tem um repertório técnico individual. Não é o treinador que pede, é dele. É um cara que ocupa muito espaço no campo, que pisa na área. Foi premiado com um gol, uma jogada de combinação. A exemplo de outros jogos decisivos, ele teve uma importância bastante significativa”, afirmou o treinador.

Guimarães revidou a admiração pelo técnico, o chamando de ‘paizão’. “Durante o jogo ele me chamou e pediu para jogar entre linhas e participar das tabelas e o meu gol foi exatamente assim. Isso mostra como a sua liderança tem surtido efeito na equipe”, analisou o meia.

A forma como a equipe tem se postado em campo, principalmente nas fases decisivas da Copa do Brasil, também foi exaltada por Bruno Guimarães. “Os jogadores que vem de trás dificilmente entram na área marcados, então temos essa vantagem. Com o Tiago eu tenho trabalhado muito essa característica, são dez gols e nove deles dentro da área”, afirmou.

Apesar da vantagem, Bruno alertou que ainda faltam noventa minutos para o Furacão comemorar seu primeiro título da Copa do Brasil. “Temos noventa minutos de importância extrema. Agora precisamos colocar os pés no chão porque ainda tem muito caminho a ser percorrido. Lá em Porto Alegre, não pode faltar vontade. Precisamos entrar focados, pois no Beira Rio o Internacional é muito mais forte”, completou.