Por Felipe Dalke

O Atlético perdeu uma grande chance de ter uma enorme vantagem contra o Internacional nas quartas de final da Copa do Brasil. O Furacão marcou o primeiro gol logo no primeiro tempo, com apenas cinco minutos, mas após a expulsão do volante João Paulo, na segunda etapa, o Internacional pressionou ainda mais e garantiu o empate aos 44 minutos da etapa final. Mesmo assim, a equipe Rubro-Negra tem a vantagem do empate em 0 a 0 na Vila Capanema, no jogo de volta, no dia 23 de outubro.

Ouça o gol de Paulo Baier narrado por Paulo Sérgio:

COPA DO BRASIL – ATLETICO X INTERNACIONAL – 1 GOL PAULO BAIER – 26-09 – PAILINHO

Furacão domina primeiro tempo e abre o placar logo no começo

O Atlético mostrou que a fase boa não é apenas em uma competição de pontos corridos, pois na Copa do Brasil, jogando contra um time como o Internacional, fora de casa, o Furacão não se intimidou e partiu pra cima do Colorado e conseguiu um belo gol logo no início da partida.

Com apenas cinco minutos da primeira etapa, o lateral-direito Léo fez uma grande jogada e foi derrubado perto da lateral da área. Na cobrança, com toda a maestria, Paulo Baier bateu colocado e a bola desviou no atacante Leandro Damião e enganou o goleiro Muriel, morrendo então no fundo das redes e abrindo o placar no Estádio do Vale.

O Furacão foi muito superior na primeira etapa e perdeu uma grande chance de matar o jogo logo aos 29 minutos do primeiro tempo. Após incrível lançamento de Paulo Baier, o artilheiro do Campeonato Brasileiro, Éderson, recebeu sozinho na frente de Muriel, invadiu a área, deslocou o goleiro do Internacional mas acabou chutando pra fora, perdendo uma chance incrível para ampliar o placar.

Inter pressiona e marca gol no final

Para o segundo tempo, o técnico Dunga colocou o atacante Scocco e o meia Otávio para dar mais velocidade à equipe do Colorado, que estava perdendo bastante na posse de bola. E as duas modificações surtiram bastante efeito na partida, já que o Internacional melhorou e foi pra cima do Furacão.

O goleiro Wéverton conseguiu segurar várias vezes o ataque do Inter. Uma das chances mais claras foi em um cruzamento de Scocco pela direita em que o zagueiro Juan apareceu no meio da área e tocou de cabeça para baixo mas parou na bela defesa do arqueiro do Furacão, que espalmou para escanteio.

Aos 38 minutos do segundo tempo, o Furacão se complicou por causa do volante João Paulo, que como já havia levado cartão amarelo, e colocou a mão na bola, levando então o segundo cartão e sendo expulso para complicar a atuação atleticana.

Isso acabou culminando em uma pressão ainda maior do Internacional e aos 44 minutos do segundo tempo, em cruzamento pela direita de Scocco, o zagueiro Manoel, que estava indo muito bem no jogo, cabeceou errado e a bola sobrou para Otávio, que puxou para a perna direita e soltou uma pancada no alto para empatar o jogo no Estádio do Vale. No último minuto da partida, o espanhol Fran Mérida, do Rubro-Negro, também acabou sendo expulso por falta dura em Willians.

Com o resultado, o Furacão pode até empatar em 0 a 0 no jogo de volta na Vila Capanema, que irá acontecer apenas no dia 23 de outubro de 2013.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 1 ATLÉTICO

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS).
Data: 26 de setembro de 2013, quinta-feira.
Horário: 21h.

Internacional: Muriel; Gabriel, Índio, Juan e Kleber; Josimar (Otávio), Willians, Jorge Henrique e D’Alessandro; Diego Forlán (Caio) e Leandro Damião (Scocco).
Técnico: Dunga.

Atlético: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Deivid (Marcelo Palau), João Paulo, Everton e Paulo Baier (Fran Mérida); Marcelo e Éderson (Dellatorre).
Técnico: Vagner Mancini.

Cartões amarelos: Fran Mérida, Léo, João Paulo e Pedro Botelho (CAP); Diego Forlán e Willians (INT).
Cartões vermelhos: Fran Mérida e João Paulo (CAP).
Gols: Paulo Baier (CAP), aos 5 minutos do primeiro tempo. Otávio (INT), aos 44 minutos do segundo tempo.