Técnico campeão paranaense em 2019, é o comandante da equipe Sub 20 do Athletico. (Monique Vilela/Banda B)

A vitória diante do Fluminense, foi a primeira do Furacão no Brasileiro Sub 20. Vence no futebol é importante, mas a missão principal do técnico Rafael Guanaes no comando da equipe é colocar jogadores à disposição do time principal, hoje sob a responsabilidade de Eduardo Barros.

“Essa é a forma que o Athletico conduz a categoria de base, pensando justamente no desenvolvimento dos atletas para estarem à serviço da equipe principal. É importante que dentro desse desenvolvimento nós sejamos competitivos, vestir essa camisa tão brilhante e conseguir representar essa estrutura que o clube nos proporciona. A qualidade do nosso trabalho aliada ao talento de cada atleta nos torna ainda mais competitivos, e esse é um dos nossos pilares. Dentro da formação capacita-los para a equipe principal,’’, avalia Guanaes.

Conhecido como clube formador, o Athletico tem um cuidado especial na revelação de atletas, para que não se pule etapas em sua formação. Guanaes é o responsável pelo último estágio, antes de jogador defender a equipe principal. Esse trabalho ganha uma importância ainda maior pelo histórico recente do clube com jogadores oriundos das categorias de base. “É gratificante, é um privilégio e uma honra participar do processo de transição. Desde o ano passado, estamos conseguindo fazer isso pensando no clube como um todo. Em transdisciplinaridade, isso é um processo em que os atletas sobem e descem, e eles vão estar bem preparados para que permaneçam na equipe principal.”, disse o comandante da equipe Sub 20 do clube.

O Athletico Sub 20 volta a campo na próxima quarta-feira (30), às 15h, diante do Grêmio, no mini estádio do CT do Caju. O jogo é válido pela 3ª rodada do Brasileirão Sub 20.