Por João Pedro Alves

Na busca do título inédito, o Atlético inicia nesta quinta-feira (26), às 21h, a disputa das quartas de final da Copa do Brasil contra o Internacional. Para largar bem no confronto diante dos gaúchos, porém, o Furacão terá que superar a marca de não vencer o adversário fora de casa há quase 15 anos. A arma rubro-negra para quebrar esse longo tabu está lá na frente, no ataque mais positivo da competição.

A última vez que o Atlético derrotou o Colorado no Rio Grande do Sul foi no ano de 1998, no dia 3 de outubro, pelo Campeonato Brasileiro. Na oportunidade, os paranaenses saíram vitoriosos do Beira Rio com o placar de 1 a 0 – gol foi marcado por Warley. Faziam parte daquele time nomes como Flávio, Tuta e Paulo Miranda.

(Foto: Divulgação/Atlético)Ederson é uma das esperanças de gol do Furacão no sul (Foto: Divulgação/Atlético)

De lá para cá são 12 jogos sem vitória, com sete derrotas e cinco empates. O último encontro entre os times aconteceu em agosto deste ano pela Série A e acabou empatado 2 a 2 no estádio do Vale, em Novo Hamburgo-RS – palco do jogo de quinta-feira.

Para acabar com a sina de voltar dos pampas com um resultado adverso, a aposta é no setor ofensivo que vem funcionando na Copa do Brasil. Dos oito times que estão nas quartas de final da competição, o ataque atleticano é o melhor: são 14 gols em sete partidas e uma média de dois tentos por jogo. Ederson e Paulo Baier são os artilheiros da equipe com dois gols cada.

O desempenho que mais se aproxima do Furacão é o do Flamengo, que tem o mesmo número de gols marcados, mas como tem um jogo a mais o aproveitamento é mais baixo. O próprio Inter mostrou sua força lá na frente: fez 13 gols em sete partidas, para uma média de 1,85 por compromisso.

Confira como estão os ataques dos times que ainda disputam a Copa do Brasil:

1) Atlético Paranaense: 14 gols em 7 partidas – média de 2 por jogo

1) Vasco da Gama: 4 gols em 2 partidas – média de 2 por jogo*

2) Goiás: 13 gols em 7 partidas – média de 1,85 por jogo

2) Internacional: 13 gols em 7 partidas – média de 1,85 por jogo

3) Flamengo: 14 gols em 8 partidas – média de 1,75 por jogo

4) Botafogo: 12 gols em 8 partidas – média de 1,5 por jogo

5) Corinthians: 2 gols em 2 partidas – média de 1 por jogo*

5) Grêmio: 2 gols em 2 partidas – média de 1 por jogo*

*Equipes que disputaram a Libertadores e entraram nas oitavas de final da Copa do Brasil

Notícias relacionadas:

Com Paulo Baier, Furacão deve ter apenas uma mudança diante do Inter

Apesar de adversário pressionado, Atlético não acredita em facilidade contra o Inter