Fabiano Soares revelou conversa motivacional antes da partida. (Monique Vilela/Banda B)

O Atlético encerrou o jejum de quatro jogos sem vitória e agora já sonha novamente com um lugar na Libertadores. Depois da partida contra o Vitória, o técnico Fabiano Soares admitiu que uma pessoa de dentro do clube, sem revelar o nome, teve uma conversa motivacional com o elenco antes da viagem para Salvador. A Banda B apurou que a pessoa é o gestor de futebol, Paulo Autuori.

“Uma palavra de uma pessoa muito capacitada que está no clube. Depois dessa conversa, eu já senti uma diferença no aquecimento. O clube rema para o mesmo lado do treinador e o Atlético está no caminho esperado. Espero que em alguns anos já tenhamos plantel para buscar o título”, declarou o treinador.

A conversa surtiu o efeito com a vitória por 3 a 2, mas nem tudo agradou ao comandante atleticano. De acordo com Soares, os dois gols sofridos incomodaram e “colocou em risco” o resultado positivo. “Infelizmente, o Vitória virou a partida, mas nós fomos para a frente e viramos a partida. Parabéns ao plantel do Atlético e a lástima foi ter levado dois gols que colocou em risco a vitória que foi justa”, disse.

“Não é problema da defesa, mas defensivo de toda a equipe. Temos que ser mais competitivo sem a bola. O Atlético buscou o resultado, fez três gols e a única queixa foi justamente levar dois gols”, complementou o comandante rubro-negro.

Agora, o Atlético tem dois jogos consecutivos dentro de casa contra Sport e Chapecoense. O técnico pediu o apoio da torcida para voltar a vencer também dentro da Arena da Baixada. “É um adversário complicado e espero que o fator Arena e a nossa torcida possam nos ajudar a conquistar os três pontos”, afirmou.

Assista a entrevista do técnico Fabiano Soares:

https://www.facebook.com/PortalBandaB/videos/1716977355040388/?hc_ref=ARRuXMEGW1DPDBcp2RzbbLX_h8Ft6Hmmfkmt38YB5_frkm2zQUzFyhYC5hUZv0fB3Xc