Matheus Rossetto, volante do Atlanta United, disputa o torneio da MLS na Disney. (Divulgação)

A Major League Soccer (MLS), competição de futebol nos Estados Unidos, retorna nesta quarta-feira (08), mas com um formato diferente do usual. Ainda em meio à pandemia da Covid-19, os clubes estão isolados em Orlando e vão disputar um torneio de um mês no complexo esportivo da Disney.

Um dos favoritos ao título é o Atlanta United, time com apenas seis anos de história e campeão em 2018. O volante Matheus Rossetto, que estava no Athletico até o começo do ano, joga na equipe comandada pelo holandês Frank de Boer e comemora o retorno do futebol.

“Esse torneio da MLS na Disney foi uma boa forma de retorno para a gente após a pandemia. Isso vai nos fortalecer cada vez mais para quando a gente voltar a comandar jogos dentro e fora de casa, não tenha nenhum receio”, comentou Rossetto, em entrevista à Banda B.

Para o retorno da competição, uma ‘bolha’ foi criada no Walt Disney World, em Orlando, e os jogos não terão a presença do público. O volante brasileiro acredita que os atletas estão tranquilos com o protocolo feito pela MLS para evitar a disseminação da doença. “Eu vejo com bons olhos essa questão de ser bem rígida. Todos fomos pegos de surpresa com a pandemia, mas creio que os atletas estão tranquilos em relação à nossa segurança. Creio que dessa maneira foi a melhor forma para recomeçar a MLS”, disse.

Volta da MLS não conta com todos os times e já tem partida adiada

O torneio batizado de ‘MLS is Back Tournament’ conta com 25 times. O FC Dallas estava em Orlando até a última segunda-feira (06), mas registrou 11 casos do novo coronavírus, sendo dez jogadores e um membro da comissão técnica. Com isso, o time foi retirado da competição.

Já a partida entre Nashville FC e Chicago Fire, que estava marcada para esta quarta-feira (08), foi adiada após cinco jogadores do Nashville serem diagnosticados com o novo coronavírus.

Ouça a entrevista na íntegra com o volante Matheus Rossetto