Athletico teve novos casos de Covid-19. (Monique Vilela/Banda B)

O Athletico registrou mais seis casos – três jogadores e três membros da comissão técnica – para a Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Os funcionários foram submetidos aos exames RT-PCR na última quinta-feira e os resultados divulgados nesta segunda-feira (06). O Rubro-Negro não se pronunciou sobre o assunto.

Na semana passada, sete pessoas – seis jogadores e um membro da comissão técnica – testaram positivo para a doença. Eles estão em quarentena há sete dias e serão testados novamente na próxima semana para saber se estão recuperados. O nome deles foram mantidos em sigilo pelo clube.

De acordo com informações apuradas pela reportagem da Banda B, os casos positivos da semana passada tiveram origem em um jogador que furou a quarentena para visitar a namorada. Durante a visita, ele teve contato com uma pessoa que testou positivo para a doença.

Retorno do estadual

Os novos casos de Covid-19 gera uma incerteza ainda maior sobre o retorno do Campeonato Paranaense. Os clubes e a Federação Paranaense de Futebol (FPF) planejam o retorno do estadual até o dia 15 de julho, mas o decreto do governador Ratinho Júnior, que foi acatado por diversas prefeituras, suspendeu os treinamentos de seis equipes.

De acordo com o novo decreto, Athletico, Cianorte, Coritiba, FC Cascavel, Londrina e Paraná estão proibidos de treinar. Porém, o Paraná foi o único que obteve autorização da Prefeitura de Quatro Barras para seguir com as atividades presenciais no CT Ninho da Gralha.

Os clubes tentam uma reunião ainda nesta semana com Ratinho Júnior e o secretário de Saúde, Beto Preto, para definir as datas do Campeonato Paranaense. Se não começar até o dia 15, o estadual pode ser disputado durante o Brasileirão ou ter uma fórmula reduzida, o que foi cogitado no último encontro.