Eduardo Barros chega a quarta vitória seguida sob o comando do Athletico (Geraldo Bubniak/AGB)

A vitória do Athletico diante do Bahia, foi a segunda seguida do Furacão neste Brasileirão. Mas a atuação diante da equipe da boa terra, foi bem diferente nas duas etapas. Se nos primeiros 45 minutos, o rubro-negro não conseguiu finalizar na meta do goleiro Douglas, no segundo tempo, a equipe comandada por Eduardo Barros até criou mais, porém foi efetivo. Christian marcou o único gol da partida, aos 26 minutos do 2ºtempo.

“O cenário que se apresentou hoje será muito similar nos nossos jogos em casa. Os adversários sabem da força que temos dentro da Arena. Diante de Coritiba e do Bahia, as equipes só se lançaram ao ataque após sofrer o primeiro gol. Com o entrosamento, a confiança com a sequência de vitórias, a repetição de jogos e jogadores e com todos preparados para enfrentar esse cenário, acreditamos que diante de todas as dificuldades que os adversários nos impuserem, vamos ter chances de conseguir transferir tudo aquilo que fizemos nos últimos jogos, aumentaremos as nossas chances de vitória”, analisou o comandante rubro-negro.

O Furacão conquistou a quarta vitória seguida, mas diante Coritiba, Jorge Wilstermann e Colo Colo, o Athletico não tinha sofrido tanto de forma defensiva. O Bahia teve algumas oportunidades, fez o goleiro Santos trabalhar e inclusive defendendo um pênalti. O camisa 1 do Furacão, em breve vai desfalcar a equipe, para servir a seleção e Eduardo Barros, terá que escolher um substituto. “O Athletico está muito bem servido de goleiros. O Santos dispensa comentários, temos o Jandrei, Bento, Caio e Anderson. Num elenco com 34 jogadores, temos cinco ótimos goleiros. O Santos vai servir a nossa seleção pois merece e quem assumir a posição, não tenho dúvidas, vai dar conta do recado”, despistou Edurado Barros.

O Athletico já volta a campo na próxima terça-feira (29), às 21h30 enfrenta o Jorge Wilstermann pela 4ª rodada da Copa Libertadores, pelo Brasileirão, o rubro-negro joga no domingo (04), às 16h contra o Flamengo, no Rio de Janeiro.