Eduardo Barros destacou força do grupo rubro-negro (Geraldo Bubniak/AGB)

Vencer dificuldades foi o mote do elenco athleticano durante toda a viagem a Fortaleza, no Ceará. Com problemas logísticos na viagem de Curitiba a Brasília e da capital brasileira ao estado cearense, o time teve de cancelar treinos e encarou o calor do Nordeste durante noventa minutos, na noite deste sábado. Mesmo assim, a equipe ainda buscou um empate nos acréscimos contra o Ceará. A dedicação dos jogadores e os problemas na viagem foram destacados pelo técnico Eduardo Barros, durante entrevista coletiva após a partida.

“A pressão do Ceará foi muito grande, sobretudo quando perdemos o Vitinho expulso. O calor e os problemas de logística também atrapalharam o pré-jogo. Tivemos dificuldades e atrasos nos voos, como todos sabem. Chegamos, tivemos um chá de cadeira e fomos dormir em Brasilia quase 1h da manhã, fato que inviabilizou o nosso treinamento no dia da chegada. Mas, mesmo com todos esses empecilhos, conseguimos batalhar por esse ponto importante”, analisou o treinador.

Barros também projetou as próximas partidas do Athletico, que encerram a temporada em 2019. “A equipe está em um momento mágico e merecidamente conseguimos um empate, que é importantíssimo para a nossa sequência e para as nossas pretensões. Nosso projeto agora é respeitar o Santos e o Avaí e continuar com a invencibilidade até o fim do campeonato brasileiro”, revelou. O técnico disse também que buscará escalar o ‘melhor time possível’ para ambos os jogos.

O Athletico volta a campo na próxima quarta-feira (4), às 19h, contra o Santos, na Arena da Baixada.

Confira a coletiva do técnico Eduardo Barros:

Entrevista coletiva Eduardo Barros

Posted by Esporte Banda B on Saturday, November 30, 2019