Dorival Júnior. (Maurício Mano/Athletico)

O técnico Dorival Júnior avaliou positivamente a vitória do Athletico por 1 a 0 sobre o Coritiba na primeira partida da final do Campeonato Paranaense. Em entrevista após a partida, o treinador afirmou que está satisfeito com a vantagem, mas ressaltou que nada está decidido.

“Foi um jogo como uma decisão, um clássico muito bem jogado, com as duas equipes procurando o gol. Lógico que as disputas acirradas são um fato natural. Foi um jogo equilibrado, dentro de uma competição que imaginávamos que aconteceria. Fico satisfeito com o primeiro resultado importante, mas nada está decidido. Teremos 90 minutos complicados e precisamos estar preparados para fazer uma partida à altura”, avaliou o treinador.

A escalação do Athletico para o primeiro jogo da decisão teve a presença de jovens como o zagueiro Lucas Halter e o lateral-esquerdo Abner Vinícius. Além disso, o lateral-direito Khellven e o atacante Vitinho entraram durante a partida.

De acordo com o treinador, existe uma preocupação com o peso da decisão para os garotos, mas eles estão administrando bem a situação. “O clássico já é um jogo diferenciado, ainda mais em final. Sempre coloco uma preocupação que essa garotada ainda estão tendo uma primeira oportunidade na equipe e já enfrentam um clássico. Para os garotos, é o peso de uma decisão, contra o maior rival, e ainda um peso de nervosismo causado pela própria situação. Estamos administrando isso até bem”, disse.

Jogo da volta

Sem muito tempo de preparação para o jogo da volta, o comandante vai aguardar a avaliação dos jogadores nesta segunda-feira para pensar na escalação. “Só amanhã [segunda] que teremos uma avaliação um pouco mais concreta do que possamos ter. Vamos pensar porque teremos um jogo complicado e quero uma equipe forte e competitiva, mas ao mesmo com velocidade para superarmos a forte marcação do Coritiba”, comentou.