Foto: Monique Vilela/Banda B
Boa parte da ‘culpa’ do bom início do time de aspirantes do Athletico neste Campeonato Paranaense se deve à solidez defensiva que a equipe de Eduardo Barros tem mostrado em campo. Em duas partidas pela competição, o time sofreu apenas um gol, em uma falha individual do goleiro Anderson Paixão. Um dos principais responsáveis por essa eficiência é o jovem zagueiro Danilo Boza, de apenas 21 anos, que estreou com a camisa athleticana nesta temporada.
O jogador, com passagens por Braga e Figueirense, chegou ao Furacão na metade da temporada do ano passado, mas só teve a chance de entrar em campo na semana passada, contra o União Beltrão. “Eu estava no Mirassol, fiz o campeonato paulista por lá. Também tive uma passagem pelo Braga, de Portugal, até surgir a oportunidade de jogar pelo Athletico”, relembrou o atleta, em entrevista coletiva após a vitória contra o PSTC, na noite de ontem.
Boza, que tem feito uma segura dupla de zaga com Walber, analisou os  bons resultados da equipe e afirmou que a bola parada é um de seus pontos fortes a ser utilizado por Barros. “Foi um jogo complicado contra o PSTC, mas nós soubemos administrar a partida. Precisamos melhorar um pouco mais, para termos jogadas mais eficazes”, disse. “No meu caso, a jogada de bola parada é muito importante porque pode definir jogos. Eu tenho uma estatura muito boa e eu ataco muito bem”, acrescentou Danilo Boza.