Pablo foi o artilheiro rubro-negro na temporada, com 18 gols (Geraldo Bubniak/AGB/Estadão Conteúdo)

Durante o sorteio da fase de grupos da Copa Libertadores 2019, o assunto da transferência do atacante Pablo, do Athletico Paranaense, estava nos holofotes dos bastidores do evento. De acordo com o jornalista Rodrigo Bueno, da Fox Sports, o São Paulo ofereceu 7,7 milhões de Euros pelo jogador ao Athletico, que teria aceitado a oferta.

Em 50 partidas pelo Furacão na temporada, o atacante marcou 18 gols, sendo doze deles no Campeonato Brasileiro, um na Copa do Brasil e cinco na Copa Sul-Americana. No torneio intercontinental, Pablo foi decisivo nas duas partidas da final, contra o Junior Barranquilla-COL, marcando um gol em cada partida.

A boa campanha no rubro-negro fez com que Pablo entrasse para a vitrine dos jogadores desejados no mercado de negociações do futebol brasileiro durante a janela de transferências. Palmeiras e Flamengo mostraram interesse em adquirir o passe do jogador para 2019, mas não avançaram nas negociações.

Alguns clubes de outros países, como a China, também já fizeram propostas, todas recusadas pelo Furacão. Desta vez, parece que o São Paulo é o caminho mais provável de Pablo para a próxima temporada. O clube paulista pretende adquirir 70% do passe do jogador, por um valor aproximado de 34 milhões de reais.

“A negociação está acontecendo. Com a ausência do Flamengo, as coisas tiveram mais repercussão. Não tenho informação, mas estamos tentando contratar e dar alegria à torcida”, afirmou Fernando Chapecó, diretor adjunto do São Paulo Futebol Clube.

Mario Celso Petraglia, presidente do Conselho Deliberativo do Athletico Paranaense, afirmou ontem em entrevista à ESPN Brasil que o desejo do jogador é permanecer no país. “A esposa dele está grávida, então Pablo pretende ficar no Brasil”, disse Petraglia, durante o evento da Conmebol.