Em um mês de Athletico, o técnico Cuca pegou um time que vinha sendo cobrado e criticado e, com 100% de aproveitamento, conquistou o Campeonato Paranaense. Na competição, foram cinco partidas, com cinco vitórias, 13 gols marcados e apenas um sofrido.

Porém, após a vitória por 3×0 sobre o Maringá, o jogo do título, o treinador fez questão de ressaltar a importância de seu antecessor, Juan Carlos Osorio, que comandou o Furacão nas 12 partidas anteriores, e garantiu que vai dar sua medalha de campeão para ele.

“São seis vitórias seguidas, bastante gols feitos, poucos tomados, então dá uma consistência de time equilibrado. Um dia vai perder e vamos ter que administrar estas derrotas. Mas não posso deixar de dividir o título com o Osorio, com a equipe e comissão técnica dele, que foi quem tocou a maior parte do campeonato. A minha medalha vou mandar direto para ele“, afirmou Cuca.

Festa do Athletico no campo e promessas

A entrevista coletiva do treinador foi interrompida pelos jogadores com o tradicional banho de água gelada. Muita festa no vestiário, mas que já era nítida no gramado, após a entrega das taças e das medalhas. Especialmente por ter sido uma conquista em um dos anos mais importantes da história do clube.

Artilheiro do Athletico no Paranaense, com sete gols, sendo dois deles nas finais contra o Dogão, o atacante Pablo ressaltou o ambiente criado no estádio lotado para enaltecer ainda mais a conquista.

“Estou muito feliz. Uma felicidade contagiante, ver a Arena hoje me lembrou muito a Sul-Americana de 2018, uma energia boa e é assim que gostamos de ver o caldeirão lotado. Temos Sul-Americana, Copa do Brasil e Brasileirão. O Paranaense é muito importante, mas as competições nacionais e internacionais estão começando agora e sonhamos em sermos campeões. Era importante ganhar o Paranaense em um ano lindo para o clube, mas vamos continuar trabalhando”, destacou o camisa 92.

No Rubro-Negro desde 2016 e capitão da equipe, responsável por erguer a taça ao lado do presidente Mario Celso Petraglia, o zagueiro Thiago Heleno também afirmou que o time não está satisfeito apenas com o Paranaense e quer mais taças para coroar os 100 anos.

Todas as vezes que entrei em campo por esse clube, eu dei minha vida. Estou aqui desde 2016 e sempre me entreguei ao máximo. Conquistar um título no centenário é muito especial, demos o primeiro passo com a conquista do Estadual. Agora é descansar um pouco, porque a temporada é muito difícil, mas acreditando no nosso trabalho vamos almejar coisas a mais”, afirmou o general.

Thiago Heleno e Petraglia levantam a taça do Athletico de campeão paranaense
Thiago Heleno garantiu que Paranaense é apenas o primeiro passo do ano. Foto: Geraldo Bubniak/AGB

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Jogadores do Athletico celebram conquista e Cuca fala que vai dar medalha de campeão a Osorio

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.