Atacante será mais um reforço para o setor ofensivo do Furacão. Foto: Afonso Cardoso/Twitter ACG

A negociação do Cruzeiro com o Athletico pela venda do atacante Renato Kayzer ao Furacão teve que abrir um capítulo jurídico para ser concretizada. Em nota publicada pelo time mineiro na tarde deste sábado (19), o clube alviceleste confirmou que conseguiu junto à CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) uma decisão favorável para que o Atlético Goianiense – time ao qual Kayzer está emprestado libere de imediato o jogador para ele ser vendido em definitivo para o Athletico.

A decisão de entrar com o pedido de liminar junto à CRND foi tomada pelo Cruzeiro em razão de o Atlético Goianiense não ter cumprido prazos e acordos do contrato firmado entre as partes, e que previa liberação imediata do atleta diante de uma negociação com outro clube. O Atlético Goianiense tinha direito de preferência para comprar o jogador em definitivo, e mesmo sendo notificado três vezes da situação, não exerceu este direito e também não liberou o atleta.

Na próxima semana Cruzeiro e Athletico devem finalizar os trâmites da negociação, e a CBF confirmar o fim do vínculo do jogador com o Atlético Goianiense. O Furacão ofereceu cerca de 5 milhões de reais por 90% dos direitos econômicos do atacante.

Enquanto isso, Kayzer segue no time goiano, e deve estar em campo na noite deste sábado no jogo diante do Atlético Mineiro, pela Série A. Em 2020, o jogador disputou 15 partidas e marcou 10 gols até aqui. Como já disputou a Copa do Brasil pelo Atlético Goianiense, não poderá ser inscrito nesta competição pelo Athletico. Já na Libertadores, só poderá ser inscrito caso o Athletico avance para as oitavas de final.

Além de Renato Kayser, o Furacão tem à disposição para o setor os atacantes Fabinho, Pedrinho, Vitinho, Jajá, Carlos Eduardo e Geuvânio.