O Athletico não tem mais chances de se classificar para a Copa Libertadores de 2024, ano do centenário do clube. O empate em 1×1 com o Cruzeiro, nesta quarta-feira (30), no Mineirão, em Belo Horizonte, tirou qualquer possibilidade de seguir na luta nesta reta final de Brasileirão. Vitor Roque voltou a marcar, mas a postura excessivamente defensiva na maior parte do jogo cobrou a conta. Assim, a competição internacional do Furacão no ano que vem será a Copa Sul-Americana.

O único objetivo do Athletico nas duas últimas rodadas do Brasileirão será manter a oitava posição do Campeonato Brasileiro – o melhor time da competição que não disputa a Libertadores se classifica diretamente para a terceira fase da Copa do Brasil. Um prêmio de consolação que vale mais de R$ 5 milhões, pois a CBF vai pagar para a turma que chega depois os valores referentes às classificações das duas primeiras fases da competição.

A próxima partida do Athletico, a penúltima do Campeonato Brasileiro, será contra o Santos, neste domingo (3), às 18h30, na Ligga Arena. O Furacão termina a temporada na quarta-feira (6), às 21h30, contra o Cuiabá, na Arena Pantanal. No dia 8, Mário Celso Petraglia será reeleito por aclamação. Já o Cruzeiro tem um jogo imprevisível contra o Botafogo, domingo, às 18h30, no Engenhão, e depois fecha o Brasileirão contra o Palmeiras na quarta.

O jogo do Athletico

Com Matheus Felipe na defesa e Christian na ala, o jogo do Athletico era esperar o Cruzeiro e sair no contra-ataque. Só que foram os donos da casa que começaram com muita pressão, obrigando Bento a fazer três milagres em oito minutos. E ainda Cacá tirou uma bola na linha no chute de Matheus Pereira. Só aos 15 do primeiro tempo o Furacão acalmou o jogo, saindo das cordas. Mas o time era lento na saída de bola e errava muitos passes, o que fazia a Raposa estar sempre rondando a área rubro-negra.

A postura do Athletico era passiva demais. Sem volume de jogo, os visitantes davam a bola para o Cruzeiro, que não eram pressionados na saída de bola. Acumulavam arremates a gol. E levavam ampla vantagem pela direita – Matheus Felipe e Christian perdiam o duelo tático para William Machado e Bruno Rodrigues. O primeiro chute a gol do Furacão aconteceu aos 39 minutos. E Willian Bigode teve a melhor chance, mas chutou em cima de Rafael Cabral.

Segundo tempo

Wesley Carvalho optou pelas entradas de Vitor Roque e Madson já no intervalo, saindo Zapelli e Willian. Mas era preciso acordar no jogo – e Japa quase abriu o placar para o Cruzeiro com dois minutos da etapa final. E a bola seguia mais dentro da área do Athletico – até na pequena área, onde Bruno Rodrigues obrigou Bento a fazer mais uma defesa. O domínio continua sendo dos mineiros, mas parecia claro que era só o Furacão acelerar o jogo para marcar.

E foi preciso apenas um lance. Erick roubou a bola no meio-campo e depois da troca de passes Fernandinho fez a ‘fatiada’ para o mesmo Erick. E dele para Vitor Roque, que fez o gol do Athletico. Mas minutos depois Matheus Pereira foi derrubado na área. Pênalti marcado, só que Bento defendeu a cobrança de Bruno Rodrigues. Só que o Matheus do Cruzeiro seguiu tentando, e acabou empatando em um belo chute. Empate que encerra a temporada do Furacão.

Ficha técnica

CAMPEONATO BRASILEIRO
2º Turno – 36ª Rodada

CRUZEIRO 1×1 ATHLETICO

Cruzeiro
Rafael Cabral; William, Neris, Luciano Castán e Marlon; Filipe Machado (Lucas Silva), Ian Luccas (Fernando Henrique), Japa (Nikão) e Matheus Pereira, Bruno Rodrigues e Arthur Gomes. 
TécnicoPaulo Autuori

Athletico
Bento; Cacá, Thiago Heleno e Matheus Felipe (Kaique Rocha); Cuello, Erick, Fernandinho e Christian; Vitor Bueno, Zapelli (Madson) e Willian Bigode (Vitor Roque).
Técnico: Wesley Carvalho

Local: Mineirão (Belo Horizonte)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Tiago Augusto Kappes Diel (RS) e Maria Mastella Moreira (RS)
VAR: Daniel Nobre Bins (Fifa-RS)
Gols: Vitor Roque 19 e Matheus Pereira 39 do 2º
Cartões amarelos: Ian Luccas, Neris, William (CRU); Matheus Felipe, Madson, Hugo Moura (CAP)
Renda: R$ 1.519.277,50
Público total: 36.696

Cruzeiro x Athletico.
Christian e Matheus Felipe na marcação de Matheus Pereira. Foto: Staff Images/CEC

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico empata e não tem mais chances de Libertadores

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.