Renato Gaúcho vai manter a base do Grêmio que venceu o Athletico no jogo de ida. (Lucas Uebel/Grêmio)

Com a vantagem por 2 a 0 no confronto da semifinal da Copa do Brasil, o Grêmio manterá o mesmo estilo de jogo para garantir a vaga uma decisão contra o Athletico. De acordo com o repórter André Silva, da Rádio Gaúcha, o Tricolor está com o pensamento de que nada está ganho.

“O Grêmio vem com uma vantagem construída em Porto Alegre, tem a questão do entusiasmo do torcedor, mas vem com muito respeito. O Grêmio imagina um jogo muito duro, muito difícil e está esperando um Athletico tentando pressiona-lo o máximo possível”, afirmou André Silva.

O técnico Renato Portaluppi não contará com o atacante Everton, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e vai escalar Pepê, que jogou nas categorias do Foz do Iguaçu. O volante Maicon ficou de fora dos últimos treinamentos por conta de problema na panturrilha, mas viajou com a delegação para Curitiba. Se não tiver condição, Rômulo será o substituto. Ele, inclusive, entrou durante o jogo contra o Palmeiras, na semana passada, pela Libertadores, e foi preservado do jogo dos reservas no Brasileirão, no último sábado.

Para o repórter da Rádio Gaúcha, a característica do Grêmio muda com Rômulo no lugar de Maicon. “A característica é distinta. O Rômulo é o cara da bola aérea, não é do passe longo e da infiltração. O Maicon não ostenta mais a braçadeira de capitão, o Renato conversou com ele até para não se expor tanto com os árbitros. A questão do cartão amarelo, acho que lá no fundo, deve pesar na hora de decidir. Por isso, eu acho que o Grêmio não vai começar o Maicon”, disse.

Provável escalação do Grêmio tem Paulo Victor; Léo Gomes, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Maicon (Rômulo), Matheus Henrique, Alisson, Jean Pyerre e Pepê; e André.

Confira a opinião de Bruno Cortez sobre a escalação do Athletico