Thiago Heleno foi expulso ainda no primeiro tempo, e Athletico perdeu de virada para o Fluminense. (Thiago Ribeiro/AGIF/Folhapress)

O Athletico perdeu de virada por 3 a 1 para o Fluminense, na noite deste sábado (05), no Maracanã, e desperdiçou a chance de se aproximar do G6 do Campeonato Brasileiro. O Furacão ficou com um jogador a menos desde os 36 minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Thiago Heleno foi expulso.

Com a derrota no Rio de Janeiro, o Athletico segue em 12º lugar, com 28 pontos, mas agora tem dez de desvantagem para o Santos, que fecha a zona de classificação para a Libertadores. A próxima partida do Furacão será no sábado (12), às 17h, contra o Atlético-MG, na Arena da Baixada.

O jogo

Com a volta de oito jogadores recuperados da Covid-19, entre eles Santos, Abner Vinícius e Nikão, titulares absolutos, o Athletico teve uma equipe mais reforçada para enfrentar o Fluminense. E logo aos três minutos, Santos mostrou o porquê é titular da posição. O goleiro fechou a meta no chute de Michel Araújo.

A resposta do Athletico veio aos cinco minutos, mas Richard foi travado pela defesa na hora da finalização. Já aos nove, a jogada em velocidade do Rubro-Negro só parou com a bola no fundo das redes. Abner Vinícius tocou para o meio da área e Léo Cittadini finalizou rasteiro sem chances para Marcos Felipe.

O Fluminense teve a chance do empate logo após sofrer o gol, mas Santos defendeu a cobrança de pênalti de Nenê. Porém, aos 25 minutos, o meia do Fluminense teve mais uma chance e não desperdiçou. Michel Araújo fez boa jogada e chutou para grande defesa de Santos. No rebote, Marcos Paulo deu um toque para a pequena área e Nenê apenas empurrou para o fundo das redes.

Após sofrer o gol, o Athletico viu o Fluminense crescer na partida e ficou em situação complicada com a expulsão de Thiago Heleno ainda no primeiro tempo. Para reforçar a defesa, o técnico Paulo Autuori teve que colocar Zé Ivaldo no lugar de Wellington.

Na etapa final, o Fluminense aproveitou a vantagem numérica e pressionou até garantir os três pontos. Aos 27 minutos, Marcos Paulo pegou a sobra da cobrança de escanteio, dominou com tranquilidade e chutou cruzado para marcar o segundo. Já aos 29, o mesmo Marcos Paulo recebeu passe curto do escanteio, driblou Walter e concretizou a vitória do time carioca.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3X1 ATHLETICO

Data: Sábado, 05 de dezembro de 2020
Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Horário: 19h.
Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)
Assistentes de vídeo: Thiago Luis Scarascati (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Fluminense: Marcos Felipe; Calegari, Luccas Claro, Matheus Ferraz e Egídio; Hudson (André), Martinelli, Michel Araújo (Paulo Henrique Ganso) e Nenê (Luiz Henrique); Wellington Silva (Felippe Cardoso) e Marcos Paulo (Miguel).
Técnico: Odair Hellmann.

Athletico: Santos; Erick, Thiago Heleno, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Wellignton (Zé Ivaldo), Richard e Léo Cittadini; Nikão (Walter), Renato Kayzer (Fernando Canesin) e Carlos Eduardo (Jaime Alvarado).
Técnico: Paulo Autuori.

Gols: Léo Cittadini (CAP), aos 9′ do primeiro tempo, Nenê (FLU), aos 25′ do primeiro tempo, e Marcos Paulo (FLU), aos 27′ e aos 29′ do segundo tempo.
Cartões amarelos: Wellington e Richard (CAP); Matheus Ferraz, Hudson, Egídio e Felippe Cardoso (FLU).
Cartão vermelho: Thiago Heleno (CAP).