(Divulgação/Athletico)

O Athletico encerrou a sequência de vitórias no Campeonato Brasileiro. Com uma equipe praticamente reserva, o Furacão levou três gols no segundo tempo e perdeu para o Flamengo por 3 a 1. Pedro, Bruno Henrique e Everton Ribeiro fizeram os gols do time flamenguista, e Renato Kayzer descontou.

Com a derrota, o Athletico desperdiçou a chance de encostar na zona de classificação para a Libertadores e permanece na 11ª colocação, com 14 pontos. Na próxima rodada, o Furacão joga contra o Ceará, na quinta-feira (08), às 19h, na Arena da Baixada.

O jogo

Em meio a maratona de jogos, o técnico Eduardo Barros colocou em campo apenas o goleiro Santos e o lateral-esquerdo Abner Vinícius dos jogadores considerados titulares. Com time alternativo, o Athletico pressionou o Flamengo desde o apito inicial e quase abriu o placar com 30 segundos de jogo. Jaime Alvarado aproveitou erro do goleiro Hugo Souza, chutou no canto direito e acertou a trave.

O Athletico seguiu com as melhores oportunidades da partida e teve uma nova chance aos 13 minutos. Abner Vinícius aproveitou a sobra do chute travado de Renato Kayzer e chutou cruzado para a defesa de Hugo Souza. No minuto seguinte, o Flamengo respondeu com Pedro, mas Santos, bem posicionado, defendeu.

As jogadas de contra-ataque do Athletico deram muito trabalho para o Flamengo. Aos 22 minutos, Carlos Eduardo foi derrubado por Gabriel Noga e Rodrigo D’Alonso Ferreira marcou a penalidade máxima. Porém, após consultar o vídeo, o árbitro viu que a falta foi fora da área. Na cobrança, Renato Kayzer chutou no meio do gol e Hugo Souza espalmou para escanteio.

Para o segundo tempo, o Flamengo voltou com o meia Everton Ribeiro na vaga do atacante Vitinho. O camisa 7, um dos jogadores recuperados da Covid-19, precisou de apenas um minuto para quase tirar o zero do placar, mas o goleiro Santos se esticou todo para evitar o primeiro gol da partida.

O Flamengo seguiu em bom momento na partida e abriu o placar aos 10 minutos com Pedro, que recebeu dentro da área, passou por Felipe Aguilar e chutou na saída de Santos. Pouco tempo depois, o time carioca ampliou a vantagem. Bruno Henrique chutou da entrada da área, a bola bateu no braço de Léo Gomes e o árbitro marcou a penalidade. Na cobrança, o mesmo Bruno Henrique cobrou no canto esquerdo e marcou o segundo.

Em desvantagem, o Athletico mudou três peças do meio-campo, mas foi em jogada pelo lado do campo que surgiu o gol. Léo Gomes levantou a bola no meio da área e Renato Kayzer apareceu nas costas da defesa para marcar de cabeça. Foi o primeiro do novo centroavante com a camisa do Furacão.

No momento em que sonhava do empate, o Athletico levou o terceiro gol. Everton Ribeiro finalizou com a perna esquerda da entrada da área, a bola desviou na defesa e enganou o goleiro Santos.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 3X1 ATHLETICO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: Domingo, 04 de outubro de 2020.
Horário: 16h.
Árbitro: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC).
Assistentes: Henrique Neu Ribeiro (SC) e Éder Alexandre (SC).
Árbitro de vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO).
Assistentes de vídeo: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB) e Edson Antônio de Sousa (GO).

Flamengo: Hugo Souza; Isla, Gabriel Noga, Natan e Filipe Luís; William Arão, Gerson e De Arrascaeta (Diego); Vitinho (Everton Ribeiro) Pedro (Lincoln) e Bruno Henrique (Michael).
Técnico: Jordi Gris.

Athletico: Santos; Léo Gomes (Wellington), Zé Ivaldo, Felipe Aguilar e Abner Vinícius; Jaime Alvarado (Ravanelli), Richard (Christian), Jorginho (Walter) e Lucho González (Erick); Carlos Eduardo e Renato Kayzer.
Técnico: Eduardo Barros.

Gols: Pedro (FLA), aos 10′ do segundo tempo tempo, Bruno Henrique (FLA), aos 13′ do segundo tempo, Renato Kayzer (CAP), aos 22′ do segundo tempo, e Everton Ribeiro (FLA), aos 31′ do segundo tempo.
Cartões amarelos:
Gabriel Noga e Filipe Luís (FLA); Erick, Richard e Christian (CAP).