Fernando Canesin comemora gol de Renato Kayzer na virada contra o Fortaleza na Arena. (Divulgação/Athletico)

Com uma semana cheia de treinamentos antes do confronto com o lanterna da competição, o Goiás, o Athletico poderá vir mais uma vez modificado para a partida. Desde que assumiu o comando técnico da equipe, Paulo Autuori não repetiu uma escalação sequer, seja por problemas de lesões, Covid-19 ou até suspensões.

Para atuar no meio de campo, Fernando Canesin, que se recuperou de uma lesão no músculo adutor, pode ser uma opção para o 11 titular do treinador. Ele voltou a ativa na última partida, contra o Fortaleza, quando substituiu Léo Cittadini, que vem sendo o titular da vaga na maioria das partidas.

“Quando o Eduardo [Frattini, analista de desempenho que estava no banco de reservas] apontou e me chamou, até me pegou um pouco de surpresa. Mas eu sabia da responsabilidade de entrar em um jogo desse, principalmente pela nossa situação. Então, entrar bem, ajudar a equipe e ver a felicidade de todos em reencontrar a vitória, foi muito gratificante”, apontou o jogador em entrevista ao site do clube.

Após entrar na partida, foi responsável pelo cruzamento que culminou no gol da virada marcado por Renato Kayzer, aos 47 minutos do segundo tempo. O que surpreendeu positivamente tanto a comissão técnica quanto Paulo Autuori.

A equipe athleticana se reapresentou nesta terça-feira (10) e iniciou a preparação a próxima partida válida pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. No sábado (14), às 17h, o Furacão enfrentará o Goiás, na Serrinha, em Goiânia (GO), visando se livrar da zona de rebaixamento.