Por Pedro Melo

Claudinei gostou da atuação do time. (Foto: Divulgação/Atlético)Claudinei gostou da atuação do time. (Foto: Divulgação/Atlético)

O Atlético conquistou uma importante vitória por 3 a 0 contra o Figueirense e foi aos 32 pontos, afastando-se do grupo da zona de rebaixamento. O técnico Claudinei Oliveira gostou da atuação do time e elogiou os jogadores.

Durante o primeiro tempo, a torcida começou a questionar o meia Marcos Guilherme e o treinador discordou das vaias. “Tive a preocupação de falar com o Marquinhos, falei que a questão da saída dele não era técnica, era uma questão tática, de a gente ter mais um atacante com bom poder de finalização. Mas ele ficou bastante abalado, chateado. É um menino que tem uma personalidade muito forte e por isso sentiu. Achei que ele não estava mal no jogo, acho que as vaias não foram justas com ele, explicou.

O atacante Dellattore marcou dois gols em seu retorno depois de uma lesão no tornozelo e comentou sobre o motivo do camisa 11 jogar apenas no segundo tempo. “Não pudemos colocá-lo desde o início porque seria uma substituição certa pela falta de ritmo de jogo. Corríamos o risco dele sentir alguma coisa por estar voltando de uma lesão no tornozelo e queimarmos uma substituição. Preferimos deixá-lo como opção. No intervalo sentimos a necessidade de colocá-lo, conversamos se ele suportaria e se mostrou tranquilo. Hoje ele foi o destaque com dois gols, mas temos que valorizar todas as peças””, afirmou.

O Furacão finalizou 15 vezes durante a partida e para Claudinei, o time poderia ter feito mais gols. “Tivemos o controle do jogo o tempo inteiro. Hora que a gente conseguiu atacar com qualidade, fizmeos os gols. Em relação aos que propusemos e criamos, foi muito pouco”, declarou.

A próxima partida do Rubro-Negro será no próximo domingo (19), às 16h, na Arena da Baixada, e o comandante afirmou que o time precisa continuar trabalhando para conquistar mais uma vitória. “Não podemos nos acomodar com esta vitória. Temos que colocar os pés no chão e voltar a trabalhar para que a gente possa ter uma outra boa partida”, concluiu.