Ederson marcou o gol da vitória rubro-negra diante do Cascavel (Reprodução/TV Cap)

O Atlético segue sem saber o que é perder na temporada. Em um duelo que tinha tudo para ser mais tranquilo, o Furacão encontrou dificuldades, mas superou o Cascavel, por 1 a 0, na tarde deste sábado (10), no Olímpico Regional, e garantiu a sua vaga na semifinal da Taça Dionísio Filho.

O primeiro tempo foi de superioridade total rubro-negra. Comandando as ações nos primeiros 45 minutos, o Atlético balançou as redes adversárias com Ederson, que recebeu passe açucarado de Demethryus e teve apenas o trabalho de bater na saída do goleiro Vinicius para tirar o zero do placar.

Mas o ritmo decaiu na etapa final. Com um adversário melhor, o Furacão até teve duas oportunidades de ampliar, mas não aproveitou e por pouco não viu o Cascavel empatar, já na parte final de partida, quando Elivelton cobrou falta e carimbou a trave do goleiro Santos.

Com o triunfo, o Rubro-Negro soma 13 pontos e assegura a classificação para a semifinal da Taça Dionísio Filho. Na última rodada, o time vai encarar o Foz do Iguaçu, na próxima quarta-feira (14), às 21h45, na Arena da Baixada, em duelo válido pela última rodada do primeiro turno.

Furacão é superior e abre o placar

Controlando o jogo desde o início diante de um adversário fechado, o Atlético foi superior na etapa inicial. Mas mesmo diante de uma marcação forte, o ataque rubro-negro funcionou e conseguiu superar a retranca. Aos 18 minutos, Demethryus fez bela jogada, se livrou de três e acionou Ederson, dentro da área, que só teve o trabalho de cutucar para o fundo das redes e colocar os visitantes na frente.

Depois do gol atleticano, o time da casa começou a sair para o jogo e cresceu na partida. O atacante Afonso teve a chance de empatar, aos 29 minutos, mas o goleiro Santos levou a melhor e salvou.

Cascavel evolui, mas Furacão segura vitória

O Rubro-Negro teve duas oportunidades de ampliar logo no início do segundo tempo. No primeiro minuto, João Pedro tentou surpreender o goleiro Vinicius em cruzamento e o forçou a fazer bela defesa. Aos cinco, Demethryus tenta a finalização de longe, Ederson desvia de cabeça no meio do caminho e o arqueiro novamente apareceu para salvar.

Com uma postura mais agressiva, a Cobra tentou responder em chegada de Dinélson. Aos 18 minutos, o camisa 10 fez boa jogada na intermediária e finalizou no canto baixo, forçando Santos a fazer ótima defesa.

O Cascavel teve a grande chance do empate já na parte final da partida. Aos 39 minutos, em cobrança de falta, Elivelton carimbou a trave atleticana, mas não conseguiu evitar o revés dos mandantes.

FICHA TÉCNICA
FC CASCAVEL 0X1 ATLÉTICO

Local: Estádio Olímpico Regional, em Cascavel (RS).
Data: Sábado, 10 de fevereiro de 2018.
Horário: 16h30.
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR).
Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva (PR) e Luiz Paulo Galli (PR).

Cascavel: Vinícius; Líbano, Danilo, Júnior Fell e Elivelton; Vinicius Hess (Oberdan), Chaves, Tocantins e Dinélson (Raposa); Afonso e Weverton (Alef).
Técnico: Milton do Ó.

Atlético: Santos; Cascardo, Léo Pereira, Emerson e Renan Lodi; Deivid, Guilherme Rend (Pierre) e João Pedro; Demethryus, Yago (Felipe Dorta) e Ederson.
Técnico: Tiago Nunes.

Gol: Ederson (CAP) aos 18′ do primeiro tempo.
Cartão amarelo: Afonso e Oberdan (FCC); Demethryus e Deivid (CAP).