Furacão encontrou dificuldades e esbarrou no empate com o Cianorte (Geraldo Bubniak/AGB)

Em uma tarde pouco inspirada das duas equipes, o Atlético perdeu os 100% de aproveitamento no estadual, ao empatar sem gols com o Cianorte, neste sábado (27), na Arena da Baixada, em compromisso válido pela segunda rodada da Taça Dionísio Filho.

O Furacão iniciou o primeiro tempo criando suas melhores oportunidades nos 45 minutos iniciais, em finalizações de Guilherme Rend e Deivid. O Leão do Vale cresceu na metade da etapa regulamentar e respondeu com três chutes de perigo. Na melhor das chances dos visitantes, Xavier fez fila na marcação, invadiu a área e finalizou para boa defesa do goleiro Léo.

Já o ritmo da segunda etapa foi totalmente sonolento. Com muitos erros de passe e poucas finalizações, o Rubro-Negro chegou pela primeira vez apenas aos 24 minutos, com chute de Renan Lodi que carimbou o travessão. O Cianorte tentou criar jogadas de perigo, mas não conseguiu assustar a meta atleticana.

O Atlético volta a campo pelo estadual no próximo domingo (04), às 17h, no clássico diante do Coritiba, no Couto Pereira, pela quarta rodada da Taça Dionísio Filho. Antes disso, o time principal rubro-negro faz a sua estreia na temporada na terça-feira (30), contra o Caxias, em Caxias do Sul-RS, pela primeira fase da Copa do Brasil.

Equipes criam, mas zero a zero persiste

O Atlético foi superior no início da primeira etapa. Criando boas oportunidades, a equipe ameaçou a meta defendida pelo goleiro Silvio em chegadas de Guilherme Rend e Deivid, ainda nos primeiros minutos de partida.

O Cianorte cresceu na metade da etapa inicial e chegou a assustar o Furacão em três ocasiões. Aos 18 minutos, Maikinho limpou a defesa rubro-negra e foi travado por Cascardo na hora da finalização. Pouco depois, aos 23, Xavier fez boa jogada pelo meio e finalizou firme para ótima defesa do goleiro Léo. No minuto seguinte, Filipe Ramon também tentou em chute de fora da área, mandando por cima do gol.

Times erram bastante e saem no empate

O segundo tempo começou com as equipes errando muitos passes e criando poucas oportunidades de gol. A primeira grande chance foi por parte do Atlético. Aos 24 minutos, Renan Lodi criou boa chegada pela esquerda, fez fila na marcação e finalizou no travessão de Silvio.

Diante de um adversário que se fechou para garantir um ponto como visitante, o Rubro-Negro tentou buscar alternativas nos chutes de longa distância. Demetrhyus tentou a primeira após avançar pela direita, mas finalizou mal e Silvio fez fácil defesa. João Pedro, em cobrança de falta, também tentou tirar o zero do placar. Mas o goleiro adversário espalmou e garantiu a igualdade na Arena da Baixada.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 0X0 CIANORTE

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR).
Data: Sábado, 27 de janeiro de 2018.
Horário: 17h.
Árbitro: Murilo Ugolini Klein (PR).
Assistentes: Giovani Marlus de Oliveira Massoquetto (PR) e Leandro Polli Glugoski (PR).
Público e renda: 7.043 total | R$ 156.540,00

Atlético: Léo; Cascardo, Zé Ivaldo, Emerson e Renan Lodi; Deivid, Guilherme Rend (Pierre) e João Pedro; Giovanny (Demethryus), Yago (Felipe Dorta) e Ederson.
Técnico: Tiago Nunes.

Cianorte: Silvio; Gerônimo, Montoya, Marcão e Filipe Ramon; Sidnei, Carrilho e Xavier; Maikinho, André Luís (Clebinho) e Neto Costa (Richarlyson).
Técnico: Marcelo Caranhato.

Cartões amarelos: Cascardo, Pierre e Guilherme Rend (CAP); Montoya e Carrilho (CIA).