Por Pedro Melo

Ouça os gols do empate atleticano na narração de Paulo Sérgio:

Atlético saiu na frente, mas ficou no empate. (RENATO PADILHA/MAFALDA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO)

Parecia história repetida, mas aconteceu de novo. O Atlético teve um início arrasador, mas não conseguiu manter a vantagem e ficou no empate com a Chapecoense em 1 a 1, na Arena Condá. Sidcley marcou o gol atleticano e Lucas Mineiro, em chute que chegou a 94 km/h.

Com o resultado, o Furacão chega ao quarto jogo seguido sem vitória contando as derrotas para Grêmio e Santos na Copa do Brasil e Libertadores, respectivamente. O técnico Eduardo Baptista tem pouco tempo para corrigir os erros já que a próxima partida é na quarta-feira (12) contra o Cruzeiro, na Arena da Baixada.

O lateral-direito Jonathan lamentou mais uma partida que o Atlético não manteve a vantagem, mas valoriza o ponto conquistado fora de casa. “A gente está sofrendo um pouco. Fazemos o gol e baixamos um pouco. A Chapecoense é um time difícil em casa e o empate saiu de bom tamanho”, comentou.

Um gol para cada lado no primeiro tempo

A partida começou da melhor forma para o Atlético que abriu o placar logo aos dois minutos. Na primeira jogada de ataque, Sidcley recebeu lançamento, deixou Seijas para trás e teve muita categoria para chutar no canto direito, sem chances para o goleiro Jandrei.

Depois de sair na frente, o Furacão não conseguiu se manter no campo ofensivo e sofreu pressão da Chapecoense que conseguiu o empate aos 16 minutos. Lucas Marques aproveitou sobra na entrada da área e chutou com muita força para o fundo das redes. A finalização chegou aos 94 km/h.

Atlético conquista um ponto fora de casa

Na volta do intervalo, o treinador atleticano colocou Eduardo Henrique no lugar de Matheus Rossetto para reforçar a marcação. Porém, a primeira chance foi da Chape com Arthur Kaike que parou em boa defesa de Weverton. No rebote, Seijas também tentou marcar, mas o goleiro atleticano salvou mais uma vez.

O Rubro-Negro encontrou dificuldades para chegar no ataque, mas teve a grande chance para sair de campo com os três pontos. Aos 26, Douglas Coutinho avançou com muita velocidade, sem marcação, mas chutou em cima de Jandrei. O Furacão até teve mais posse de bola nos minutos, porém, não transformou a superioridade em gols e saiu de Chapecó com um ponto.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1X1 ATLÉTICO

Local: Arena Condá, Chapecó (SC).
Data: 09 de julho de 2017.
Horário: 11h.
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN).
Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN).
Público e renda: 9.689 presentes/R$ 220.290,00.

Chapecoense:  Jandrei, Apodi (Moisés Ribeiro), Douglas Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Lucas Mineiro (Lourency), Andrei Girotto, Seijas (Luiz Antônio) e Lucas Marques; Arthur Caike e Wellington Paulista.
Técnico: Vinicius Eutrópio.

Atlético: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho González (Bruno Guimarães) e Matheus Rossetto (Eduardo Henrique); Nikão, Douglas Coutinho (Nicolas) e Ederson.
Técnico: Eduardo Baptista.

Cartões amarelos: Paulo André, Lucho González e Jonathan (CAP); Moisés Ribeiro (CHA).
Gols:
Sidcley (CAP), aos 2′ do primeiro tempo, e Lucas Marques (CHA), aos 16′ do segundo tempo.