Athletico só volta a campo no próximo sábado para enfrentar o Atlético-MG. (José Tramontin/Athletico)

O Athletico terá uma semana sem jogos pela primeira vez em um mês. A última vez que o Furacão ficou sete dias sem entrar em campo foi no começo de novembro, quando jogou com o Fortaleza no dia 07 e com o Goiás no dia 14. Desde então, a equipe viveu uma maratona de jogos por Campeonato Brasileiro e Libertadores e ainda ficou muito desfalcado pelos diversos casos de Covid-19 no elenco.

“Vamos tentar aproveitar para recuperar os jogadores que estão nessa sequência e treinar os que estão voltando da Covid. O grupo está heterogêneo em termos de forma desportiva e não só nós, mas todos os clubes que passaram pelo problema da Covid”, comentou o técnico Paulo Autuori.

Na semana sem jogo, o Athletico terá tempo para dar mais ritmo de jogo aos oito jogadores que já se recuperaram da Covid-19: os goleiros Santos e Jandrei, o zagueiro Zé Ivaldo, o lateral-esquerdo Abner Vinícius, o volante Jaime Alvarado, o meia Fernano Canesin e o atacante Nikão e Geuvânio. Além deles, o goleiro Léo Linck, o lateral-direito Khellven e o zagueiro Felipe Aguilar também devem voltar ao longo da semana após cumprirem o período de isolamento.

Em contrapartida, Thiago Heleno e Wellington são desfalques certos para a próxima rodada. O zagueiro foi expulso ainda no primeiro tempo na derrota para o Fluminense por 3 a 1 e o volante recebeu o terceiro cartão amarelo. Na zaga, a tendência é que Zé Ivaldo seja o titular ao lado de Pedro Henrique. Já no meio-campo, Christian retorna após cumprir suspensão.

O Furacão volta a campo apenas no próximo sábado (12), às 17h, para enfrentar o Atlético-MG, na Arena da Baixada.