Athletico joga nos dias 18 e 19 de janeiro; time principal disputa a Supercopa (Geraldo Bubniak/AGB)

Com a definição das datas dos Campeonato Paranaense, o Athletico já sabe que vai começar a temporada de 2020 com dois jogos em 24 horas. O Rubro-Negro abre o estadual em 18 de janeiro contra adversário ainda a ser definido e joga no dia seguinte pela Supercopa diante do campeão do Campeonato Brasileiro.

Uma situação semelhante aconteceu na disputa do estadual deste ano. O Athletico enfrentou o Londrina, pelo Campeonato Paranaense, no dia 31 de março, e o Boca Juniors, pela Libertadores, no dia 02 de abril. Assim como aconteceu no caso anterior, a tendência é que o jogo do estadual fique em segundo plano.

Em entrevista à Banda B, o presidente da Federação Paranaense de Futebol (FPF), Hélio Cury, minimizou a situação e afirmou que os outros clubes devem usar o Athletico como exemplo. “Pega os times de ponta do Campeonato Brasileiro e olha quantos garotos estão jogando. Jogadores com 23 anos, por exemplo, se não ainda deu em time grande, já pode esquecer. A condição física está se sobressaindo e a molecada parece mais preparada. O Athletico tem molecada jogando”, comentou.

“O calendário não tem como mexer. Tem que pensar que na hora da dificuldade o Athletico vai colocar o time principal. Não vejo o menor problema e isso já estabilizou de uma forma que todo já entendeu. O Athletico tem dois, três times à disposição para jogar e surpreende com os garotos. Os demais precisam seguir o exemplo para se aproximar”, acrescentou o dirigente.

Titulares devem jogar jogos do estadual

Uma das principais novidades para o Campeonato Paranaense é o fim do limite de inscritos. Com isso, o Athletico deve aproveitar algumas partidas do estadual como preparação para a Libertadores. “Pensamos em usar o time principal em momentos pontuais para ganhar ritmo”, declarou o técnico Tiago Nunes, em entrevista ao programa ‘Bola da Vez’, da ESPN Brasil.