Athletico ainda não venceu como visitante no ano (Marco Galvão/Fotoarena/Estadão Conteúdo)

Soberano dentro de casa, o Athletico sofre com um problema recorrente nas últimas temporadas: o retrospecto ruim como visitante. Com apenas uma derrota como mandante, o time do técnico Tiago Nunes ainda não venceu longe dos seus domínios em 2019 e tem o seu pior retrospecto inicial dos últimos cinco anos.

Ao todo, foram nove partidas fora de casa, com dois empates e sete derrotas, um aproveitamento de 7,4%. O número supera 2018, quando o Furacão acumulou seis empates e três derrotas nesta sequência, com 22,2%. O terceiro pior panorama foi em 2015, com duas vitórias, um empate e seis derrotas: 25,9% de rendimento.

O melhor ano rubro-negro foi em 2016, alavancado pela participação do time principal também na disputa do Campeonato Paranaense. Nos primeiros nove jogos, o Athletico venceu quatro, empatou três e perdeu apenas duas, com 55,5% de aproveitamento. No ano seguinte, foram três vitórias, dois empates e quatro derrotas, com 40,7%.

Jejum dura seis meses

O último triunfo athleticano longe de casa foi há seis meses, no dia 1º de dezembro de 2018, na vitória sobre o Flamengo, por 2 a 1, no Maracanã, pela rodada derradeira do Campeonato Brasileiro.

A chance de encerrar o tabu será na próxima quinta-feira (13), às 20h, diante do Goiás, no Serra Dourada, no último jogo do Brasileirão antes da parada para a Copa América.

Confira o retrospecto completo do Athletico como visitante nos últimos cinco anos:

2015

24 jogos

6 vitórias

5 empates

13 derrotas

31,9% de aproveitamento

 

2016*

36 jogos

8 vitórias

9 empates

19 derrotas

30,5% de aproveitamento

 

2017*

35 jogos

9 vitórias

9 empates

17 derrotas

34,2% de aproveitamento

 

2018

29 jogos

6 vitórias

12 empates

11 derrotas

34,5% de aproveitamento

 

* Inclui a participação do Campeonato Paranaense com o time principal ou misto.