(Fábio Wosniak/Athletico)

O Athletico recebeu os resultados da última bateria de testes para a Covid-19 antes da partida contra o Colo-Colo e teve mais um caso diagnosticado. O jogador, cuja identidade não foi revelada, já está em isolamento e desfalca o Furacão pelo menos nos próximos 10 dias.

A última vez que o Furacão teve caso positivo para a Covid-19 foi no dia 22 de agosto, quando o então auxiliar Lucas Silvestre e o hoje técnico Eduardo Barros foram diagnosticados com a doença. Na semana anterior, Dorival Júnior, que era o treinador da equipe, também testou positivo.

Relacionados para a partida

Eduardo Barros relacionou 23 jogadores para o jogo da Libertadores. As principais novidades são os retornos do zagueiro Thiago Heleno e do meia Léo Cittadini, que ficaram de fora da vitória por 3 a 2 sobre o Jorge Wilstermann. Já o meia Jorginho fica à disposição pela primeira vez.

Em contrapartida, os atacantes Nikão, Walter e Guilherme Bissoli não foram relacionados. Nikão segue se recuperando de problema no tornozelo, Bissoli ficou de fora por opção técnica e Walter não teve a ausência justificada.