O ‘pacotão’ do centenário do Athletico vem sendo montado nas últimas semanas. A possível permanência de Vitor Roque por mais seis meses, a renovação de Fernandinho, a busca por um treinador e a inevitável apresentação de Roberto Carlos já formam o início desta série de fatos e eventos que vão até o dia 26 de março de 2024. Mas a grande notícia dos 100 anos do Furacão será a implantação definitiva da SAF. E se antes o plano era fechar um acordo até o dia do aniversário, agora a intenção é – se possível – anunciar um acerto até o final de 2023.

O assunto não é segredo para ninguém. O presidente do Athletico, Mário Celso Petraglia, vem falando na transformação do clube em empresa há pelo menos 15 anos, e com mais ênfase nos últimos cinco. Na entrevista que concedeu ao jornalista Rodrigo Capelo, do ge, ele repetiu convicções: o Furacão atingiu seu teto econômico, não há condição para mais saltos de qualidade com a atual estrutura, só a SAF pode fazer o Rubro-Negro entrar no top 5 do continente (junto com Palmeiras, Flamengo, River Plate e Boca Juniors).

Mas Petraglia foi adaptando o discurso com o passar dos tempos. Inicialmente, quando da criação da FunCAP, que hoje tem propósito totalmente diferente, a ideia era virar empresa para que “arrivistas” não chegassem ao Athletico. Depois, o plano foi encontrar um parceiro que injetasse dinheiro no Furacão, mas que não tivesse o poder decisório e nem controlasse a maior parte das ações. Hoje, adaptado à realidade do mercado, o Rubro-Negro quer um sócio majoritário para a SAF.

Por que o Athletico anunciaria agora?

Pode-se dizer que a data do centenário seria a ideal para um anúncio deste porte, que significaria o primeiro passo de uma nova história do Athletico. Mas, por desejo, Petraglia gostaria de já poder anunciar um acordo neste ano. O fato de acontecer uma eleição em dezembro ajuda a dar força para esta possibilidade. Além disso, o presidente do Furacão já está buscando no mercado um CEO geral, que tocaria toda a parte administrativa do clube. Alexandre Mattos continua no futebol.

E completando este quebra-cabeça há duas declarações; primeiro, de que o Athletico vai pensar “no que interessa”, o futebol, na carta de anúncio do acordo da dívida da Ligga Arena. E depois a de Fernandinho. Ele disse em sua renovação, na entrevista que deu ao site oficial, que pesou o fato de que o clube “está prestes a se tornar uma SAF e provavelmente teremos bons investimentos”. Por tudo isso, o torcedor pode estar preparado para uma ‘surpresa’ bilionária até o final do ano.

Mário Celso Petraglia, presidente do Athletico.
Mário Celso Petraglia é quem decide tudo em relação à SAF. Foto: José Tramontin/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

SAF do Athletico: clube espera confirmar parceiro ainda este ano

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.