Desde a sua saída do Athletico, Vitor Roque busca espaço no Barcelona. Sob o comando do técnico Xavi Hernández, o atacante recebeu poucas oportunidades na última temporada europeia e já parecia fora dos planos do clube catalão. Contudo, com a demissão treinador e a contratação do alemão Hansi Flick para o cargo, a situação pode mudar de figura. Foi o que presidente Juan Laporta deu a entender.

Em entrevista concedida nesta terça-feira (04) ao Barça One, plataforma de streaming do Barcelona, o mandatário mostrou otimismo em relação à evolução de Vitor Roque e seu futuro no velho continente. “Vitor Roque? Ele está se adaptando ao nosso mundo, ao nosso clube e ao nosso ambiente. Ele está pegando o ritmo certo”, declarou. O presidente veio a público pela primeira vez desde o anúncio da demissão de Xavi.

Laporta também garantiu que o Barcelona negociará alguns atletas, mas sem indicar se Vitor Roque estará entre eles. “Há jogadores que pediram para sair ou serem emprestados. Deco [diretor] e Flick irão decidir, está nas mãos deles”, continuou. Anteriormente, o empresário André Cury manifestou o desejo de Roque em permanecer na Catalunha e justificar o valor investido pelo Barça. Além disso, Cury reforçou que o ex-jogador do Athletico só sairia em caso de uma venda em definitivo.

Venda pode atrapalhar o Athletico

A novela entre Roque e Barcelona despertou o interesse do mercado da bola. Outros clubes europeus veem com bons olhos a contratação do atacante de 19 anos e podem apresentar propostas nesta janela de transferências. Um dos interessados é o Arsenal, da Inglaterra, que está disposto a oferecer 45 milhões de euros (cerca de R$ 253 milhões) para tirar o atacante do clube espanhol. E como isso iria impactar o Athletico?

A saída precoce de Vitor Roque poderia gerar menos lucro ao Athletico. Isso porque, dos 74 milhões de euros da negociação, apenas 40 milhões (R$ 222 milhões) são fixos – valor este que está sendo pago em parcelas de seis meses pelo Barcelona. Ou seja, o Furacão pode deixar de lucrar mais de 30 milhões de euros, que estão atrelados a bônus de desempenho, além de impostos e taxas.

O Barcelona ainda pagaria ao Athletico 5 milhões de dólares (cerca de R$ 25 milhões) por temporada em que Vitor Roque disputasse pelo menos 50% dos minutos dos jogos oficiais. Além do Arsenal, o Chelsea, também da Inglaterra, e o Porto, de Portugal, monitoram a situação de Roque. Os clubes do Velho Continente consideram o atacante uma grande promessa e um nome capaz de “fazer barulho” no futebol mundial.

Roque – ex-Athletico, Barcelona
Atacante busca espaço no clube catalão. Foto: Divulgação/Barcelona

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico: presidente do Barcelona mostra otimismo com futuro de Vitor Roque

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.