Campeão da Libertadores pode faturar mais de R$ 76 milhões em 2020. (Foto: Marcelo Andrade/Ofotográfico/Folhapress)

Principal torneio de clubes das Américas, a Libertadores deve ter mais uma vez uma premiação milionária na edição de 2020. Representado paranaense mais uma vez, o Athletico, já garantido na fase de grupo, vai faturar nada menos do que 3 milhões de dólares (mais de R$ 12 milhões) para disputar a primeira etapa do torneio intercontinental segundo o jornal La Nacional, do Paraguai – 1 milhão de dólares por partida mandante. Os valores devem ser confirmados no sorteio dos grupos que acontece na noite desta terça-feira (17), em Luque, no Paraguai, na sede da Conmebol, e que terá a cobertura da Rádio Banda B.

Se repetir o feito de 2019 e avançar para as oitavas de final da Libertadores da América, o Athletico garantirá mais 1,050 milhão de dólares, cerca de R$ 4,2 milhões. Mas o Furacão quer mais e quer, sobretudo, fazer uma campanha melhor do que foi a deste ano. Assim, nas quartas de final, os clubes que chegarem entre os oito melhores do torneio vão faturar 1,2 milhão de dólares (R$ 4,8 milhões).

A premiação vai aumentando até o final. Os semifinalistas da Libertadores da América garantem mais 1,7 milhão de dólares. Na grande final da competição continental, o vice-campeão embolsa 6 milhões de dólares e o campeão 12 milhões de dólares.

Assim, se chegar na finalíssima da Libertadores da América do ano que vem, o Athletico, além de ganhar mais prestígio no cenário sul-americana, pode faturar 12,9 milhões de dólares se for vice-campeão ou 19 milhões de dólares, cerca de R$ 76 milhões, se conseguir o título da principal competição de clubes das Américas.

Grupos

O Athletico vai conhecer seus adversários na fase de grupos da Libertadores da América. O sorteio acontece nesta terça-feira e o Furacão está no pote 3. Assim, enfrentará times do pote 1, que são cabeças de chave de acordo com o ranking da Conmebol, do pote 2 e do pote 4. Este último pote ainda tem times indefinidos e alguns deles sairão da pré-Libertadores, que começa em janeiro.