Mantendo a ambição que virou mantra no Athletico, o presidente Mário Celso Petraglia aposta na profissionalização total como o caminho para o salto definitivo para ser um dos maiores clubes do continente. Para o dirigente, a transformação do Furacão nos últimos 28 anos é única no futebol brasileiro, e que inclusive causa inveja aos ‘coirmãos’. Na carta que publicou nesta quarta-feira (29), ele reforçou novamente a importância da consolidação da SAF rubro-negra.

No texto, ele viajou até 1995, quando iniciou a “era Petraglia”. Em maio daquele ano, após sérias crises financeiras e ainda na esteira de uma goleada sofrida em um Atletiba, o então empresário articulou a saída do então presidente Hussein Zraik e assumiu o clube. “Devo registrar que os mais novos não fazem ideia do que era o Athletico antes dessa transformação. Um clube sem estádio, sem CT, brigando por títulos menores e se equilibrando para ficar na primeira divisão”, comentou.

De 1995 até hoje, o Athletico só disputou a Série B em duas oportunidades – no próprio 1995, quando voltou à primeira divisão, e em 2012, ano em que Petraglia voltava ao poder depois de romper com o antecessor Marcos Malucelli. “Agora temos o melhor estádio, o melhor CT, acumulamos títulos importantes, modernizamos o clube. Uma transformação sem precedentes“, comentou o presidente rubro-negro.

Marca do Athletico

Mário Celso Petraglia chegou a falar da inveja dos outros clubes do País. “Criamos uma das valiosas marcas do esporte brasileiro e uma condição econômico-financeira invejada por todos os times“, alfinetou em trecho da carta. “Nunca estivemos tão bem resolvidos nas questões administrativas e financeiras do clube. (…) Nenhum clube tem as condições do Athletico”, completou o presidente do Furacão.

Para o salto definitivo, a aposta é na SAF. “Agora é pensar no Athletico do Futuro. E esse Athletico passa pela criação da nossa SAF, já aprovada em assembleia de sócios. Teremos o melhor modelo de SAF do Brasil, não tenho nenhuma dúvida. Com isso, vamos criar o contexto necessário para disputar, com mais chances, os títulos mais importantes do futebol brasileiro e internacional. Vivemos nosso melhor momento; colheremos nossos melhores resultados“, finalizou Petraglia.

Mário Celso Petraglia, presidente do Athletico.
Petraglia mantém as ambições do Athletico. Foto: José Tramontin/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Clubes brasileiros têm inveja do Athletico, diz Petraglia

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.