Thiago Heleno faz gol contra e falha no lance da virada gremista. (Geraldo Bubniak/AGB)

Com escalação diferente, Athletico recebeu, neste domingo (25), o Grêmio na Arena da Baixada e perdeu por 2 a 1 de virada nos minutos finais. A atuação do Furacão mudou com os novos jogadores em campo, mas com duas falhas de Thiago Heleno o rubro negro não conseguiu segurar a equipe mista de Renato Portaluppi.

O Athletico segue na zona de rebaixamento, com 16 pontos, na 18ª colocação. Após vencer o Furacão, o Grêmio chega a 24 pontos e sobe para a 9ª posição na tabela de classificação. Rubro negro pensa agora na Copa do Brasil onde enfrenta o Flamengo, jogo que acontece na quarta-feira (20), às 21h30, na Arena da Baixada, pela ida das oitavas de final. No Brasileirão, Furacão só entra em campo no sábado (31), quando enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro às 16h.

O jogo

Contra um Grêmio misto, Athletico chegou à Arena da Baixada com algumas novidades na titularidade, entre elas Lucho González e Carlos Eduardo. Com muita dificuldade, o Furacão não conseguia o toque final para a conclusão das jogadas. Renato Kayzer perdeu duas grandes chances de ficar cara a cara com o goleiro Paulo Victor nos minutos iniciais.

Só que após envolver a equipe do Grêmio e pressionar pela jogada ofensiva. Mas os gaúchos conseguiram puxar o contra-ataque, mas na interceptação de Thiago Heleno, o xerife carregou a bola e mandou um lançamento preciso, em diagonal, para Carlos Eduardo, que recebeu e de bate pronto fuzilou as redes tricolores e abriu o placar na Arena. Gol que registrou o fim de um jejum de Cadu, que estava a 16 rodadas marcar um tento.

No início do segundo tempo, pressão athleticana, mas em uma cobrança de escanteio, Pepê mandou para a área, Santos defendeu e espalmou, a bola sobrou para David Braz desviar e de canela, Thiago Heleno fez contra o gol de empate, aos 9 minutos. Mas durante metade da segunda etapa, poucas chances reais de marcar para ambas as equipes.

Foi então que Bernardo Franco, auxiliar e interino no comando a beira do gramado, mexeu e colocou Jorginho e Fabinho em campo, para a saída de Lucho e Carlos Eduardo. Com as mudanças, o Athletico passou a ficar mais agudo, buscando ficar na frente do placar mais uma vez. Só que uma bobeira da zaga custou caro, na cobrança de tiro de meta, Paulo Victor fez uma ligação direta e Ferreira chegou sozinho para colocar o Grêmio na frente, com o placar de 2 a 1.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 1X2 GRÊMIO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: Domingo, 25 de outubro de 2020
Horário: 18h15
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Árbitro de Vídeo: Marcio Henrique de Góis (SP)
Assistentes de Vídeo: Vinicius Gonçalves Dias Araújo (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)

Athletico: Santos; Erick, Thiago Heleno, Pedro Henrique (Lucas Halter) e Abner Vinícius; Wellington (Richard), Christian e Lucho (Jorginho); Carlos Eduardo (Fabinho), Renato Kayzer (Walter) e Nikão.

Técnico: Bernardo Franco

Grêmio: Paulo Victor; Orejuela, Rodrigues, David Braz e Cortez; Lucas Silva (Diogo Barbosa), Thaciano e Darlan; Everton (Pepê), Luiz Fernando (Ferreira) e Isaque (Ruan).

Técnico: Renato Portaluppi

Cartões amarelos: Christian, Nikão e Abner (CAP); Everton, Thaciano (GRE)

Gols: Carlos Eduardo (CAP); Thiago Heleno (contra) e Ferriera (GRE)