Athletico foi superado pelo Avaí na Arena da Baixada (Geraldo Bubniak/AGB)

Jogando com o time reserva, o Athletico foi superado pelo Avaí, por 1 a 0, na manhã deste domingo (15), na Arena da Baixada, pela 19ª rodada do Brasileirão. Furacão foi derrotado com um belo gol de Jonathan, no primeiro tempo, pressionou a equipe catarinense, mas esbarrou em uma manhã inspirada do goleiro Vladimir.

O Rubro-Negro agora foca totalmente na grande final da Copa do Brasil, na próxima quarta-feira (18), às 21h30, contra o Internacional, em Porto Alegre. Com a vantagem pela vitória por 1 a 0 no confronto de ida, o time paranaense joga por um empate para conquistar o título.

O jogo

Precisando vencer para aliviar a situação incômoda no campeonato, o Avaí tomou a iniciativa e começou pressionando os reservas do Athletico. Circulando a área, os visitantes levaram perigo, aos 11 minutos, em chute de Lourenço, e abriram o placar aos 13, com um belo chute de Jonathan, de fora da área, no ângulo esquerdo do goleiro Léo.

Após o gol, o Furacão pressionou o adversário, mas esbarrou na manhã inspirada do goleiro Vladimir. Só no duelo com Erick, o camisa 89 do Avaí salvou três vezes, a melhor delas aos 43, em um cabeceio à queima-roupa. Braian Romero também arriscou, com chute forte, e o arqueiro salvou. Quando não apareceu, aos 40, o chute de Thonny Anderson passou raspando a trave.

O Athletico seguiu melhor na segunda etapa, diante de um Avaí que se fechou e passou a apostar nos contra-ataques. As melhores chances foram do time da casa, que por pouco não empatou aos oito minutos, com cabeceio de Thonny Anderson que carimbou o travessão.

Após a pressão inicial, o jogo esfriou. Aos 28, Betão teve a chance de matar a partida em sobra na área, mas isolou o chute. Já o Athletico encontrou problemas na criação e desperdiçou as únicas chances que teve. Aos 37, Vitinho perdeu embaixo da trave. Aos 44, Tomás Andrade bateu colocado e a defesa travou para evitar o empate.

O Furacão ainda teve um pênalti marcado aos 48 minutos do segundo tempo, em toque no braço de Jonny Mosquera, mas o árbitro Felipe Fernandes de Lima desmarcou a penalidade após checar o lance no VAR.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 0X1 AVAÍ

Local: Arena da Baixada.
Data: Domingo, 15 de setembro de 2019.
Horário: 11h.
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG).
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa-MG) e Ricardo Junio de Souza (MG).
Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).
Assistentes de VAR: Wanderson Alves de Sousa (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG).
Público e renda: 13.784 total | R$ 219.680,00.

Athletico: Léo; Erick, Madson, Pedro Henrique e Abner Vinícius; Matheus Rossetto, Lucho González e Everton Felipe (Vitinho); Braian Romero (Pedrinho), Marcelo Cirino e Thonny Anderson.
Técnico: Tiago Nunes.

Avaí: Vladimir; Iury (Léo), Ricardo, Betão e Igor Fernandes; Pedro Castro, Richard Franco e Matheus Barbosa; Caio Paulista, Lourenço (Jonny Mosquera) e Jonathan (Julinho).
Técnico: Alberto Valentim.

Gol: Jonathan (AVA) aos 13′ do primeiro tempo.
Cartão amarelo: Matheus Rossetto (CAP).