O Athletico conheceu na noite desta segunda-feira (11) o seu adversário na semifinal do Campeonato Paranaense. Em uma partida disputada, tensa e polêmica, o Operário venceu o Azuriz por 1×0 no estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, e garantiu a classificação. O jogo teve briga em campo, acusações de racismo e um golaço de Lucas Hipólito, que assegurou a vitória do Fantasma.

O jogo que definiu o adversário do Athletico foi nervoso desde o início. Preparado para pressionar o tempo todo, o Operário buscava o gol, mas esbarrava na forte marcação do Azuriz. A partida truncada foi aumentando a tensão, a ponto de uma confusão inusitada acontecer. Os técnicos Rafael Guanaes, do Fantasma, e Gílson Kleina, do Azuriz, quase saíram no tapa depois de discutirem e se encararem à beira do gramado. A confusão rolou solta e os dois treinadores foram expulsos.

No segundo tempo, seguiu a pressão do Operário, mas seguindo com dificuldades para chegar na área. E o gol, aos 39 minutos, saiu de um chute de média distância de Lucas Hipólito, vencendo Arthur. Antes do jogo acabar (e isso só aconteceu aos 59 minutos da etapa final), os atletas do Azuriz acusaram um torcedor do Operário de racismo – ele foi identificado pelas câmeras. O Fantasma encara o Athletico no sábado (16), às 16h, no jogo de ida da semifinal do Paranaense, no Germano Krüger. A volta deverá ser dia 27, na Arena da Baixada.

Operário x Azuriz.
Índio foi um dos destaques do Opérário. Foto: André Jonsson/OFEC

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Operário vence Azuriz e encara Athletico na semifinal do Paranaense

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.