O meia Nikão mostrou que está “fechado” com o técnico Cuca em meio à sequência negativa do Athletico. O treinador vive seu pior momento sob o comando do Furacão, que soma três derrotas consecutivas na temporada. Os resultados custaram ao Rubro-Negro a liderança do grupo na Sul-Americana, forçando o time a jogar a fase de playoff, e também a ponta do Campeonato Brasileiro.

Por não estar inscrito na Sul-Americana, Nikão não pôde entrar em campo nas derrotas do Athletico diante de Danubio e Sportivo Ameliano, dentro de casa. Mesmo assim, o meia afirmou que “sentiu” os resultados. “A gente se cobra muito no dia a dia. O professor Cuca é um cara muito competitivo. Não pude estar nos jogos da Sul-Americana, mas senti a derrota como se estivesse dentro de campo. As pessoas começam a falar muita coisa, mas temos trabalhado bastante”, disse.

Nikão também minimizou o momento de oscilação do Athletico e fez elogios ao grupo. “A derrota gera desconfiança, especialmente para quem é de fora, como imprensa e torcida. Não me recordo de pegar um time tão qualificado como esse do Athletico. É natural que a derrota gere desconfiança e estamos fechados com o professor. Vamos dar uma resposta novamente”, finalizou o meia. Contra o Fortaleza, no último domingo (02), o jogador atuou como titular e permaneceu em campo durante todo o jogo.

Cuca fala sobre fase do Athletico

O mau momento já gera pressão em cima do comando técnico e uma cobrança por um melhor desempenho. Em meio ao ano do seu centenário, o Athletico acumula alguns vexames, como as derrotas em casa na Sul-Americana, além do revés diante do Ypiranga, na Copa do Brasil. Com o maior investimento do clube em sua história, a torcida espera mais do que apenas o título do Campeonato Paranaense.

Após o duelo com o Fortaleza, Cuca abriu o jogo e mostrou incômodo com a fase do Athletico. “O resultado fala por si. Perdemos dois jogos incríveis e inadmissíveis em casa. É difícil. Contra o Fortaleza não, poderia ter vencido, perdido, empatado… eram duas grandes equipes. “Acho que nesse momento temos apenas que trabalhar e não questionar nada”, desabafou o treinador.

Agora, o Furacão terá dez dias sem entrar em campo por conta da Data Fifa. A próxima partida será no dia 13 de junho, quando recebe o Criciúma, ás 20h, na Ligga Arena, pela oitava rodada do Brasileirão. “Temos os dois próximos jogos em casa e temos a meta de fazer três pontos no primeiro e três pontos no segundo. Voltamos para a liderança se vencermos esses dois jogos”, concluiu o treinador.

Nikão em ação durante Fortaleza x Athletico.
Nikão atuou durante os 90 minutos contra o Fortaleza. Foto: José Tramontin/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Nikão defende Cuca em meio à sequência negativa do Athletico

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.