Último confronto de mata-mata terminou com vitória do Athletico sobre o Internacional. (Geraldo Bubniak/AGB)

Athletico e Internacional começam a decidir a final da Copa do Brasil nesta quarta-feira (11), às 21h30, na Arena da Baixada. Essa não é a primeira vez que os dois times se enfrentam em competição de mata-mata. Em três oportunidades, o Rubro-Negro levou a melhor em duas delas (Seletiva para a Libertadores, em 1999, e quartas de final da Copa do Brasil, em 2013), enquanto o Colorado ganhou uma (oitavas de final da Copa João Havelange, em 2000).

O primeiro confronto entre as duas equipes em mata-mata aconteceu nas quartas de final da Seletiva para a Libertadores, em 1999. Depois de eliminar o Coritiba na fase anterior, o Furacão precisava passar pelo Internacional para chegar à semifinal. No jogo de ida, empate em 1 a 1, no Beira-Rio, em Porto Alegre. Na volta, na Arena da Baixada, vitória rubro-negra por 2 a 1. Os gols do Athletico foram marcados pelo atacante Kleber Pereira e pelo zagueiro Gustavo.

O ex-lateral-direito Luisinho Netto fazia parte do elenco do Athletico, lembrou que o clube manteve a mesma base do ano anterior e estava forte para a disputa da Seletiva. “O Inter vinha de campanhas maravilhosas de anos anteriores. Em 1999, a gente tinha uma equipe que estava com uma base do ano anterior e foi mantida, com alguns jogadores chegando para fortalecer. Nós fizemos dois grandes jogos do mata-mata e conseguimos passar de fase”, disse, em entrevista à Banda B.

Menos de um ano depois, Athletico e Internacional voltaram a se enfrentar em uma competição mata-mata, desta vez pelas oitavas de final da Copa João Havelange de 2000. Ao contrário da temporada anterior, o Inter levou a melhor no confronto. Após empate em 0 a 0, em Porto Alegre, o Colorado venceu em plena Arena da Baixada por 2 a 1.

Luisinho Netto contou que o foco do Rubro-Negro no momento era a disputa da primeira Libertadores de sua história e alguns jogadores foram até poupados. “Em 2000 já foi diferente. A equipe também estava em um momento de preparação para a primeira Libertadores do Athletico e alguns jogadores foram poupados naquele momento. A gente não teve a mesma força para vencer o Internacional”, comentou.

O terceiro duelo em mata-mata entre as duas equipes aconteceu apenas 13 anos depois, nas quartas de final da Copa do Brasil de 2013. O primeiro jogo aconteceu em Novo Hamburgo, pois o Beira-Rio estava em reforma para a Copa do Mundo. O Furacão até saiu na frente, com gol de Paulo Baier, mas sofreu o gol de empate aos 44 minutos do segundo tempo. Já na volta, na Vila Capanema, pois a Arena da Baixada também estava sendo reformada para a Copa, o Athletico segurou o empate em 0 a 0 e avançou para a semifinal.

Confira todos os confrontos entre Athletico e Internacional em mata-mata

Seletiva Libertadores 1999

Internacional 1×1 Athletico
Athletico 2×1 Internacional

Oitavas de final da Copa João Havelange 2000

Internacional 0x0 Athletico
Athletico 1×2 Internacional

Quartas de final da Copa do Brasil de 2013

Internacional 1×1 Athletico
Athletico 0x0 Internacional