Athletico completou quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. (Divulgação/Athletico)

Com um gol nos acréscimos do segundo tempo, o Athletico perdeu para o Corinthians por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (14), na Arena da Baixada, e entrou na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. O Furacão criou as melhores oportunidades da partida, mas parou em uma noite inspirada do goleiro Walter e foi castigado no último lance de jogo.

A derrota em casa colocou o Athletico na zona de rebaixamento, com 15 pontos em 16 jogos disputados. O Rubro-Negro só tem campanha melhor que RB Bragantino e Goiás. Na próxima rodada, o Furacão joga contra o Atlético-GO, no sábado (17), às 19h, no estádio Olímpico, em Goiânia.

O jogo

Com bola rolando, o Athletico teve mais de posse de bola no início da partida, mas a primeira chance de perigo foi do Corinthians. Logo aos três minutos, Matheus Vital apareceu livre dentro da área e Jandrei evitou o gol. A resposta rubro-negra foi em chute com muito efeito de Geuvânio e Walter espalmou para escanteio.

No decorrer do primeiro tempo, o Corinthians aproveitou os espaços deixados pela defesa do Athletico para levar perigo. Aos 37 minutos, Mateus Vital recebeu cruzamento de Léo Natel e quase marcou o gol de cabeça. Já aos 40, Éderson arriscou de fora da área e Jandrei defendeu sem dar rebote.

O Athletico só voltou a levar perigo no final da etapa final. A bola sobrou nos pés de Christian, que dominou e chutou forte no canto direito. Walter se esticou e evitou o gol rubro-negro.

Na volta para o segundo tempo, o técnico Eduardo Barros colocou Ravanelli no lugar de Léo Cittadini. O meia precisou de apenas sete minutos para criar uma boa chance de gol, mas Walter se esticou todo para salvar mais uma vez a equipe do Corinthians.

A noite era mesma do goleiro corinthiano. Aos 15 minutos, Renato Kayzer recebeu passe de letra de Geuvânio, invadiu a área e ficou cara a cara com Walter. O goleiro fez uma bela defesa para manter o zero no placar.

A pressão do Athletico aumentou após a expulsão do zagueiro Bruno Méndez por agressão em Renato Kayzer. Com um jogador a mais, Eduardo Barros trocou Wellington por Walter e deixou o Furacão com quatro jogadores em campo. O Rubro-Negro tentou até o final o gol da vitória, mas não conseguiu superar a defesa adversária.

Do outro lado, o Corinthians aproveitou o espaço deixado pela defesa rubro-negra para sair da Arena da Baixada com os três pontos. Aos 50 minutos, Everaldo recebeu em velocidade e teve muita tranquilidade para finalizar entre as pernas do goleiro Jandrei.

FICHA TÉCNICA
ATHLETICO 0X1 CORINTHIANS

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: Quarta-feira, 14 de outubro de 2020
Horário: 21h30
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF)
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
Árbitro de Vídeo: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes de Vídeo: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO) e Leone Carvalho Rocha (GO)

Athletico: Jandrei; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinícius (João Victor); Wellington (Walter), Christian e Léo Cittadini (Ravanelli); Geuvânio (Carlos Eduardo), Fabinho (Pedrinho) e Renato Kayzer.
Técnico: Eduardo Barros.

Corinthians: Walter; Fagner, Bruno Mendes, Gil e Lucas Piton; Xavier, Ramiro (Cazares) e Éderson (Camacho); Mateus Vital (Marllon), Leo Natal (Everaldo) e Jô (Boselli).
Técnico: Vagner Mancini.

Gol: Everaldo (COR), aos 50′ do segundo tempo.
Cartões amarelos:
Erick, Abner Vinícius e Renato Kayzer (CAP); Ramiro, Mateus Vital e Walter (COR).
Cartão vermelho: Bruno Méndez (COR).