Após o empate em 1×1 com o Cruzeiro, nesta quarta-feira (30), em Belo Horizonte, o Athletico definitivamente ficou sem a “obsessão” da Copa Libertadores em 2024. A competição internacional no ano do centenário do clube será mesmo a Copa Sul-Americana, que começa no dia 3 de abril. O Furacão está garantido na fase de grupos da competição. Mesmo assim, segundo o técnico Wesley Carvalho, há ainda trabalho a ser feito para “terminar bem” o Brasileirão.

Mesmo diminuindo a vantagem para o Bragantino para seis pontos, o Athletico está fora da Libertadores 2024 pelo número de vitórias. Apesar de ainda chegar aos 59 pontos do Massa Bruta, a equipe paulista tem 16 vitórias, contra 13 do Furacão. Ganhando as duas, o Rubro-Negro perderia no critério de desempate. “Esse grupo é de homens de muita hombridade, estão tão chateados quanto o torcedor“, disse Wesley Carvalho.

Mas a vaga direta para a terceira fase da Copa do Brasil segue em disputa. Com quatro pontos de vantagem para o Internacional e cinco para o Cuiabá e Fortaleza, o Athletico pode se garantir na próxima rodada do Brasileirão. Além da vantagem de não encarar duas fases, o Furacão ganharia mais de R$ 5 milhões de premiação. “Temos que pensar muito nos dois últimos jogos, principalmente no jogo em casa, que pode nos garantir essa condição”, completou o técnico rubro-negro, falando do confronto com o Santos, domingo (3), às 18h30, na Ligga Arena.

Futuro no Athletico

Já descartado como opção como treinador para a próxima temporada, Wesley Carvalho não quis se aprofundar na possibilidade de seguir no Furacão como auxiliar ou ir tocar a carreira de técnico principal. “Nunca fui treinador oficialmente, sempre interino”, afirmou. “Eu sou funcionário do clube. Vou estar à disposição do Athletico, a vinda de outro treinador não muda isso. Tentei, fiz o máximo para contribuir e dar soluções para os problemas que tivemos”, ampliou o profissional.

Neste momento, não há definição sobre o futuro de Wesley Carvalho. Em 31 jogos como “interino”, foram dez vitórias, 13 empates e oito derrotas, num aproveitamento de 46,24% dos pontos disputados. Sob o comando do treinador, o Athletico teve bons momentos, mas foi eliminado nas oitavas de final da Libertadores pelo Bolívar, nas quartas de final da Copa do Brasil para o Flamengo e ficou com a vaga na Sul-Americana via Brasileirão.

Wesley Carvalho, técnico do Athletico.
Wesley Carvalho aguarda para saber seu futuro no Athletico – ou não. Foto: Gustavo Oliveira/CAP

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Fora da Libertadores, Athletico vai “terminar bem” Brasileirão, diz técnico

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.