Enquanto o Athletico se concentra ´para o jogo desta quarta-feira (26) com o Cruzeiro, às 19h, no Mineirão, abrindo a 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, segue o trabalho nos bastidores. O plano rubro-negro é trazer Fernando Diniz para substituir Cuca. E se o Furacão tem alguns trunfos, começou a ter adversários na tentativa de contratar o ex-técnico da seleção brasileira e atual campeão da Libertadores.

Após uma passagem vitoriosa no Fluminense, mas que terminou com turbulências e o time na zona de rebaixamento do Brasileirão, Fernando Diniz voltou ao mercado como solução. Não só os times sem treinador, como Athletico e Vasco, como os que ainda tem técnico, como o Corinthians, estão interessados. Destes três, Furacão e Vasco já fizeram contatos iniciais. Por ainda ter António Oliveira trabalhando, o Timão não se manifestou.

E entre o Athletico e o clube carioca, há um ponto decisivo. Se o presidente do Vasco, o ex-jogador Pedrinho, é um admirador do trabalho de Fernando Diniz, o todo-poderoso do Athletico, Mário Celso Petraglia, é um entusiasta do técnico de primeira hora. Quando foi contratado no início de 2018, sendo que já estava apalavrado com o Guarani, Diniz já fora muito recomendado. A passagem pelo Furacão fez Petraglia admirar muito o treinador.

Athletico “de braços abertos”

Mário Celso Petraglia e Fernando Diniz são hoje bastante amigos. O presidente do Athletico já o comparou com Pep Guardiola. E Diniz chama Petraglia de “gênio”. Por isso o Furacão está de braços abertos para receber de novo o treinador. E é com isso que a diretoria rubro-negra confia para fechar negócio. A questão salarial não seria problema, pois o clube já sabe que está dentro do que internamente se acha justo pagar para um técnico. Em resumo, só depende dele.

E o treinador talvez só não aceite o Athletico se decidir dar uma pausa e ficar sem trabalhar até o final da temporada. É uma possibilidade que circula no Rio de Janeiro, onde Fernando Diniz segue morando, até pelo desgaste emocional grande que ele teve acumulando Fluminense e seleção brasileira. De qualquer forma, o Furacão está de portas abertas para o Dinizismo. É a única opção que o clube trabalha neste momento.

Fernando Diniz, ex-técnico do Athletico.
Fernando Diniz só não será técnico do Athletico se não quiser. Foto: Maílson Santana/FFC

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Athletico: Fernando Diniz é disputado, mas pode optar por ‘férias’

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.